Museu de antropologia e o bosque de Chapultepec

Esse museu conseguiu bater o meu primeiro museu da lista que era o British Museum de Londres. Sem dúvida, é o museu mais completo em que já estive, e olha que ele é focado somente na cultura pré-hispânica mexicana. Já tive a sorte de conhecer vários museus pelo mundo, e este é um dos melhores. As salas Mexica, e Teotihuacana são de um detalhismo impressionante. A Piedra del Sol é um show à parte, e praticamente todas as salas têm algo especial e inconfundível. A fonte da entrada é magnífica.

Peças que eram utilizadas no jogo de futebol dos aztecas, detalhe que as cabeças passavam por ali.

O Simon se divertiu bastante e não queria deixar o museu de jeito nenhum, por ele voltaríamos no dia seguinte e no próximo. Neste museu você conhecerá mais da cultura do México e de suas civilizações, indico conhecer Teotihuacán e logo depois desfrutar do museu. O único problema é que em somente um dia não conseguimos ver tudo, assim voltamos no outro dia. Esse é um passeio que merece ser visto e revisto sem sombra de dúvidas.

São muitas salas, peças e artefatos de luta e caça, tudo muito detalhado e impressionante.

Algumas vezes é possível ver exposições itinerantes, a arquitetura do museu é espetacular, comprei algumas coisas na lojinha do museu e não me arrependi, eles oferecem algumas peças para coleção e muitos produtos artesanais. É obrigatório deixar a mochila no guarda-volumes, mas é tudo tranquilo e eles não cobram nada por isso. Não esqueça de colocar esse museu na sua lista quando visitar a Cidade do México, realmente não irá se arrepender.

Piedra do Sol, irmã, prima e marido na entrada do museu e os voladores de Paplanta. 
O valor do ingresso foi 57$ pesos mexicanos, bastante barato pelo que ele oferece.

São muitas as fotos que tirei por lá, algumas da Pedra do Sol azteca, e algumas da Sala Mexica, Teotihuacana e Tolteca. O Museu está localizado no Paseo de la Reforma bem no bairro de Polanco, fica próximo ao Bosque de Chapultepec, que em Nahuatl significa “colina do gafanhoto”, é uma grande colina no limiar da zona central da Cidade do México, encontra-se num dos extremos do Paseo de la Reforma.

Essa região é uma zona turística muito especial para os mexicanos e que data da era azteca, civilização que, na parte central da colina, se estabeleceu por volta do século XII, inclui-se o Bosque de Chapultepec que é o maior parque urbano da América Latina, onde se encontra também o Castelo de Chapultepec.

Detalhes e mais detalhes das salas no museu de antropologia, o “rei” e suas pedras preciosas cravadas pelo corpo.

O Castillo de Chapultepec é comparável em suntuosidade aos palácios da Europa, ali viveram o imperador Maximiliano e a imperatriz Carlota do México, é onde está também o Museu de História Nacional. O parque engloba também o Zoológico de Chapultepec, o parque de diversões La Feria e o Museu Nacional de Antropologia. Nesta área já foram encontradas ruínas de urnas funerárias do estilo Teotihuacán datados de cerca do século IV.

Diz-se que Huemac, o último imperador dos Toltecas, passou os seus últimos dias numa caverna em Chapultepec, após a queda da cidade de Tula. No século XIII, ele alojou os Mexicas, até que uma aliança Tepaneca que incluía Culiucán, Xochimilco e Azcapotzalco os forçou a sair do território. Uma das coisas que eu realmente acho incrível são os nomes mexicanos, eles são de uma suntuosidade e elegância sem tamanho.

Zoológico e a área do parque urbano de Chapultepec.

À época em que Tenochtitlán era a capital dos Astecas, a cidade ligava-se à Chapultepec por meio de um banco de areia, os líderes astecas tornaram a colina e a floresta circundante na sua escapatória real. O poeta-rei Nezahualcóyotl aqui construiu um palácio no século XV, bem como um aqueduto para transporte de água potável para a capital asteca. Hoje em dia, ainda se pode admirar uma escultura de Moctezuma I, embora em mau estado, cravada numa rocha de Chapultepec, perto da caverna onde, alegadamente, viveu Huemac.

Foi o rei espanhol Carlos I que declarou esse lugar como reserva natural em 1537. Durante a época colonial espanhola, os vice-reis da Nova Espanha estabeleceram o seu palácio no topo da colina, demolindo as estruturas pré-colombianas durante o processo. Mais tarde, em 1784, se construiu um castelo vice-real maior, o castelo de Chapultepec, como é conhecido hoje em dia. Nesse dia aproveitamos e conhecemos ainda o Bosque, o Castelo, o Zoológico e dois museus próximos, o de Artes e o de Antropologia.

Ali em Chaputelpec é um dos locais que as famílias mexicanas se reúnem, aproveitam os dias ensolarados e chuvosos, se confraternizam, é tocante ver como o parque lota e pode-se ver gente de todas as idades e condição social; nesse mesmo dia a chuva nos pegou desprevenidos e tomamos um baita banho, mas no final valeu muito a pena passar o dia inteiro passeando por lá.

Nota: Esse parque é gigantesco, portanto é bom se programar para aproveitar tudo o que ele tem a oferecer.

Museu e rota dos quadrinhos em Bruxelas

Assim como em Buenos Aires, Bruxelas tem a sua rota ou passeio dos desenhos animados. A Bélgica projetou alguns dos desenhos e quadrinhos mais famosos do mundo, entre eles Tin Tin e Gastão, além disso Bruxelas tem um estilo de arte de rua único no mundo com seus imensos murais com cenas dos desenhos animados. Essas pinturas, geralmente feitas nas paredes de prédios e com vários metros de altura, têm o efeito de mudar totalmente a paisagem da cidade e se tornam parte dela de tão realistas que são. As cores vivas chamam a atenção e dão um toque todo especial a Bruxelas.

bruxelas6

Se você quiser descobrir todos os principais murais espalhados pelo centro da cidade, pode fazê-lo de duas formas; primeiro obtendo um mapa com a rota, é fácil achar no centro de informações turísticas próximo ao prédio da prefeitura no Grand Place e, segundo, reservando um passeio com um guia que conhece tudo e é especialista no assunto. Ao longo dos anos, grandes desenhistas belgas nos brindaram com excelentes quadrinhos como Hergé, o criador do Tintim e Peyo, o criador dos Smurfs.

bruxelas7

Além disso, Bruxelas é uma verdadeira homenagem para os quadrinhos, praticamente um museu a céu aberto. Vários edifícios espalhados pela cidade têm suas paredes pintadas com personagens célebres e, em alguns pontos espalhados, também se encontram esculturas gigantes. É como estar dentro de uma revista em quadrinhos, infelizmente vários deles são desconhecidos para o público brasileiro, alguns dos desenhos não são conhecidos ou nunca foram transmitidos no Brasil!

bruxelas8

E para quem é fã de quadrinhos, Bruxelas abriga também o maior Museu da História em Quadrinhos do mundo “Centre Belge de la Bande Dessineé”. O museu aborda a história da criação dos quadrinhos desde os desenhos pré-históricos até o formato atual. Além disso, possui exposições permanentes e temporárias de grandes mestres belgas e internacionais, destaque para a seção de Tintim com painéis de todos os personagens, a réplica do foguete que apareceu na edição “Explorando a Lua” e explicações das motivações de Hergé, estão todas lá.  A loja oficial do museu conta com inúmeras edições para venda, bem como artigos personalizados.

DSC_2715-6

IMG_66469-6

Pertinho da Grand Place, na Rua de la Colline, 13 está a “La Boutique Tintin”, a loja oficial deste amado personagem, lá você encontra todas as edições de Tintim em todas as línguas publicadas, inclusive em português. O foco da loja são os artigos para colecionadores com bonecos feito com todo tipo de material e com preço muito variável. O nome do personagem é bastante peculiar, pode ser escrito tanto em francês como em neerlandês.

Endereço: Centre Belge de la Bande Dessinée – Musée Bruxelles; Rue des Sables 20 – 1000 Bruxelles

Mais informações: http://www.brussels.be/artdet.cfm/5316

Nossa viagem por Bruxelas fica por aqui, infelizmente não conseguimos ir a Bruges, mas com certeza ficará pra outra oportunidade. Queremos fazer Bruges, Luxemburgo, Suíça e Liechtenstein! Depois de Bruxelas peguei o Eurostar novamente e voltei pra Londres, de lá Malvern e mais 2 semanas de Inglaterra!

Note: Não deixe de ver o post da Lari que esteve recentemente pelo museu. // http://larissacoutinho.com.br/blog/belgium-comics-art-museum //

– Não deixe de reservar a sua viagem com nossos links parceiros como o Rail Europe,Hostelclub, Booking, Rentcars e o Weplann, pois além de garantir menor preço e qualidade, o blog continua oferecendo conteúdo exclusivo e original.

– Reserve também seu hotel pelo Booking.com, site com o melhor preço, com diversos hotéis pelo mundo e com a opção de cancelamento gratuito.

– Alugue seu carro na Europa, Brasil e América Latina com a Rentcars.

Rail Europe - O melhor lugar para sua viagem de trem

Booking.com

 

Anne Frank Museum em Amsterdã

Acabamos deixando  o Museu da Anne Frank pro final, foi um dos lugares que mais gostei de visitar na cidade. Já li o diário em várias versões, além dos filmes que contam a sua vida e como ela foi parar nos campos de concentração, sem dúvida é um exemplo para as gerações futuras.

Há muito tempo, vi uma versão da história de um filme de 1950 e a mais atual do filme de 2001. O museu é um dos passeios chaves de Amsterdã, a Casa da Anne Frank, ou Anne Frankhuis é um museu fundado em 3 de maio de 1960 em memória de Anne Frank. Ele está localizado no edifício onde ela e sua família e outras quatro pessoas judias permaneceram escondidas nos anos da ocupação nazista durante a Segunda Guerra Mundial.

HPIM1877-6 HPIM1869-6 IMG_3778-6

IMG_3782-12 IMG_3781-16 IMG_3792-6

Em 3 de maio de 1957, um grupo de pessoas, incluindo Otto Frank, estabeleceram o Instituto Anne Frank com o propósito de salvar o edifício da demolição e torná-lo acessível ao público. Otto Frank insistiu que o propósito do instituto seria fortalecer o contato e a comunicação entre jovens de diferentes culturas, religiões e raças, em oposição à intolerância e à discriminação racial.

P1241891-6

P1241894-12

HPIM1878-6

HPIM1885-16

Depois do diário de Anne Frank ter sido traduzido em outras línguas e ela tornou-se internacionalmente conhecida, seu antigo esconderijo começou a atrair muitos visitantes. No próprio museu é possível comprar o diário em suas várias versões. É proibido tirar fotos, essas daí tiramos na primeira visita em 2011, hoje em dia, é terminantemente proibido.

HPIM1888-6

HPIM1892-6

HPIM1900-6

HPIM1904-6

HPIM1909-6

HPIM1912-6

A história que é bastante conhecida é sobre uma jovem judia de 13 anos que viveu escondida no sótão de um estabelecimento comercial juntamente com seus pais, Otto e Edith, e sua irmã Margot. Além deles, vivia, no mesmo local, uma outra família de origem judia, composta por Hans Van Daan, Petronella Van Daan, Peter Van Daan e Albert Dussell, que é um idoso dentista. A jovem documentou a sua vida num diário enquanto se escondia da Gestapo da Holanda.

HPIM1875-6

P1241901-6

P1241892-6

 

Casa da Anne Frank! #amsterda #holanda #mochilão #eurotrip

Uma publicação compartilhada por Flávia Donohoe – QV (@quartodeviagem) em

 

Este refúgio foi arranjado por Kraler e Miep, os proprietários de diversas lojas. Durante dois anos, eles ficaram escondidos, vivendo sempre na apreensão de saber que podiam ser traídos ou descobertos a qualquer momento e mandados para um campo de concentração.

IMG_3780-6 HPIM1894-6 HPIM1914-6

HPIM1872-6 IMG_3776-6 P1241905-6

Apesar disto, eles sonhavam com dias melhores, ao mesmo tempo em que Peter e Anne se apaixonaram. No filme mais atual, eles aprofundam mais a história e mostram até o final da vida das duas jovens.

IMG_3858-16 IMG_3859-15

Amsterdã foi um dos lugares que mais me senti à vontade e espero voltar no futuro e quem sabe no verão, afinal é bem próximo aqui da Inglaterra. De lá pegamos um ônibus da Eurolines e fomos até a capital da Bélgica, Bruxelas, a viagem durou em torno de 4 horas e passamos por lindas cidadezinhas do interior tanto do lado holandês quanto do lado belga.

33157297051_3b80f6b497_o

– Não deixe de reservar a sua viagem com nossos links parceiros como o Rail Europe, Hostelclub, Booking, Rentcars e o Weplannpois além de garantir menor preço e qualidade, o blog continua oferecendo conteúdo exclusivo e original.

– Reserve também seu hotel pelo Booking.com, site com o melhor preço, com diversos hotéis pelo mundo e com a opção de cancelamento gratuito.

– Alugue seu carro na Europa, Brasil e América Latina com a Rentcars.

Rail Europe - O melhor lugar para sua viagem de trem

Booking.com

Birmingham Museum & Art Gallery

Estava por Birmingham batendo perna, aproveitei e dei uma passada no maior museu da cidade. O Birmingham Museum & Art Gallery, o museu é muito bom, parece uma mistura de British Museum e National Gallery, neste verão a maior exposição é sobre a cidade e os cidadãos de Birmingham.

birmingham1

A entrada é gratuita, mas no final do passeio é legal dar uma colaboração. Gostei bastante e recomendo. O Museu de Arte, o BM&AG, fica no centro da cidade, bem na Praça Victoria e ali é possível ver uma das coleções mais importantes de arte, cerâmica, peças de metal, jóias, arqueologia, etnografia, além de mostrar a história local e industrial da cidade. Como já disse, é como se fosse uma mistura do National Gallery e do British Museum só que em menor escala. 

birmingham2

A entrada é grátis, mas algumas exposições podem ser vistas com o pagamento de uma taxa, a última que visitei na semana passada conta a história da cidade de Birmingham e está aberta a todo o público. A vasta coleção de antiguidades inclui moedas dos tempos da Idade Média, artefatos da Índia, Ásia Central, Egito e Chipre antigos, ainda é possível ver algumas obras da Grécia Clássica, Império Romano e algumas peças da América Latina. 
No terceiro andar, estão disponíveis algumas peças e materiais da Era Medieval com uma exibição permanente no display do The Birmingham History Galleries.
IMG_0105-2
IMG_0086-2
IMG_0087-2
IMG_0088-2
IMG_0091-2
IMG_0104-2
IMG_0068-2
IMG_0071-2
IMG_0099-2
IMG_8204-4
IMG_8205-2
Em relação a história da indústria local, o gigante logo da fábrica da Birmingham HP Sauce está em exposição fazendo parte agora da coleção de peças do museu. Outros importantes museus da cidade são os de Ciência, o Jewellery Quarter, a Aston Hall, a Soho House, a Blakesley Hall, o Weoley Castle, além do Museu das Coleções, o Museum Collections Centre.

Exposição sobre Birmingham no Art Gallery! #midlands #museu #inglaterra #england

Uma publicação compartilhada por Flávia Donohoe (@quartodeviagem) em

O site oficial do museu é o http://www.bmag.org.uk/
Endereço: Chamberlain Square, Birmingham, B3 3DH
Tel: +44 (0)121 348 8007
Aberto de segundas as quintas das 10hs às 17hs, e nas sextas das 10h30 às 17hs.
Sábados e domingos das 10hs às 17hs.

 birmingham3

Salve essa imagem no Pinterest pinterest

– Não deixe de reservar a sua viagem com nossos links parceiros como o Rail Europe, Hostelclub, Booking, Rentcars e o Weplann, pois além de garantir menor preço e qualidade, o blog continua oferecendo conteúdo exclusivo e original.

– Reserve também seu hotel pelo Booking.com, site com o melhor preço, com diversos hotéis pelo mundo e com a opção de cancelamento gratuito.

– Alugue seu carro na Europa, Brasil e América Latina com a Rentcars.

– Use Internet Ilimitada em mais de 140 países com o chip da Easysim4U.

Rail Europe - O melhor lugar para sua viagem de trem

Booking.com

Um passeio por Viena na Áustria

Viena é o centro cultural, político e financeiro da Áustria e é também uma das maiores cidades sobre o rio Danúbio. Chegamos lá de ônibus vindo de Budapeste. A passagem saiu até barato, somente 3,500 forins. A viagem foi tranquila e durou umas 5 horas, passamos pelo interior dos dois países.

viena1

o Mercado de Natal inundado pela neve.

Há uma estação de metrô bem próximo da “rodoviária” de onde saíam os ônibus da Orange Ways, esperamos dentro de um escritório, pois o frio era demais e assim que ônibus chegou, pegamos este do lado de fora. Esqueci totalmente o nome da estação de trem na qual paramos pra pegar o ônibus no depósito da empresa. Nossa chegada também foi do lado de fora da U-Bahnstation, a Praterstern/Nordbahn Strasse, uma das maiores estações de trem que vi por ali.

IMG_3149-1

DSC08165

DSC08171

O quarteirão dos museus em Viena.

Como chegamos à noite o frio era demais, ainda teríamos que pegar o metrô e procurar nosso hostel, o Wombats de Viena, a primeira impressão foi ótima, a cidade é linda e bem estruturada, havia muita neve, muita mesmo, mas a princípio esta não atrapalhou muito, não posso dizer dos outros dias. Conhecemos vários pontos turísticos e gostei muito da cidade, deixo aqui um pouco de história e algumas fotos que tirei por lá.

viena3

o Albertina é um dos museus da cidade.

O centro histórico da cidade faz parte da lista de Patrimônio da UNESCO, desde 2001, Viena parece ter sido fundada pela origem celta em torno de 500 a.C., em 15 a.C., tornou-se uma cidade fronteiriça romana protegendo o Império Romano contra os povos germânicos ao norte. No século XIII, esta esteve sob a ameaça do Império Mongol, que se estendeu por grande parte da Rússia e China atuais.
viena2
O parlamento austríaco e uma das estações de metrô.
No entanto, devido à morte de seu líder, Ogedei, os exércitos mongóis recuaram da fronteira européia e não retornaram. Durante a Idade Média, a cidade foi a sede da Dinastia Babenberg, e em 1440 tornou-se a cidade de residência da Dinastia Habsburgo.
viena4
A cidade viria a se tornar a capital do Sacro Império Romano e um centro cultural de artes e ciência, música e gastronomia. Foi ocupada pela Hungria, entre 1485-1490. Nos séculos XVI e XVII, o exércitos otomanos foram barrados duas vezes fora de Viena. Em 1679, a peste bubônica atingiu a cidade, matando cerca de um terço de sua população.
DSC08030-1
DSC07820-1
e a beleza inigualável da Ópera de Viena.
DSC07823-1
DSC08035-1
P1161554
DSC08048-1
DSC08061-1
DSC08039-1
Viena está localizada no nordeste da Áustria, na extensão leste dos Alpes, na Bacia de Viena. A cidade tem verões quentes com temperaturas médias elevadas. Os invernos são relativamente frios, com temperaturas médias em torno do ponto de congelamento, e queda de neve que ocorre principalmente entre dezembro e março. Passamos muito frio, em janeiro a temperatura ficou entre 2 e -5 graus!
DSC08102
DSC08114-2
DSC08161
DSC08162
DSC08181
DSC08213
DSC08229
P1161512
os prédios do Parlamento e da Universidade de Viena.
A cidade é um importante centro de música erudita muitas vezes mencionada como a Cidade dos Músicos, possui também uma sede das Nações Unidas, abrigando a Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial e a Agência Internacional da Energia Atômica, encontra-se também na cidade a sede da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP).
P1161571-2
P1161575-2
P1161576-2
DSC08229-1
P1161577-2
A catedral e a vista do Palácio de Schönbrunn.
Viena foi a cidade natal de diversos escritores, compositores e artistas em geral, destacando-se entre eles Franz Schubert e Strauss.  Ali também encontrava-se o clássico vienense, composto por Joseph Haydn, Mozart e Beethoven. Fizemos um walking tour e nos mostraram onde viviam essas grandes personalidades, conhecemos a casa de Sigmund Freud, neurologista que inventou a psicanálise.
Localiza-se na cidade de Viena uma das maiores catedrais góticas medievais, a Catedral de São Estevão “Stephansdom”, um grande exemplo da arquitetura medieval que remonta ao século XI.
viena5
viena6

Viena conta com uma particularidade arquitetônica que foi denominada Ringstrasse e foi idealizada e construída no século XIX, influenciada pelo nascente modernismo. A cidade também têm vários palácios como o Palácio de Schönbrunn construído por Leopoldo I em 1696, e foi sendo aperfeiçoado pela imperatriz Maria Teresa até ao seu atual estilo rococó. Como outras, a cidade é  cortada pelo rio Danúbio, até hoje um dos maiores símbolos da cidade e de essencial importância para a economia vienense.

No rio Danúbio encontra-se a Torre de Danúbio, uma torre de metal de 287 metros que abriga um restaurante rotatório com uma vista magnifica para a cidade. Logo, logo mais de Viena, os pontos turísticos, o Mercado Central, o Metrô, a Catedral, o Parlamento e o hostel onde nos hospedamos.

– Não deixe de reservar a sua viagem com nossos links parceiros como o Rail Europe, Booking, Rentcars e o Weplann, pois além de garantir menor preço e qualidade, o blog continua oferecendo conteúdo exclusivo e original.

– Reserve também seu hotel pelo Booking.com, site com o melhor preço, com diversos hotéis pelo mundo e com a opção de cancelamento gratuito.

– Alugue seu carro na Europa, Brasil e América Latina com a Rentcars.

– Use Internet Ilimitada em mais de 140 países com o chip da Easysim4U.

Rail Europe - O melhor lugar para sua viagem de trem

Booking.com

O Parlamento Húngaro no Inverno

a cúpula no interior do Parlamento Húngaro. 
Um dos prédios mais impressionantes que tive a oportunidade de ver. O Parlamento, o tal do Országház, é onde se reúne a Assembléia Nacional da Hungria e se tornou um dos edifícios legislativos mais antigos do continente europeu. Localizado na Praça Kossuth Lajos bem ao lado do Rio Danúbio, na nossa visita, ele estava praticamente coberto de neve e a vista era uma das mais incríveis.
IMG_2902-1
DSC07897
DSC07968
Budapeste foi constituída da união de três cidades em 1873, e, sete anos depois, a Assembleia Nacional publicou um concurso para a construção de um edifício representativo do Parlamento, que fosse símbolo da soberania da nação.
A construção do prédio teve início em 1885, tendo a sua inauguração em 1896.  A conclusão do edifício deu-se a 1904. Como curiosidade, o arquiteto do edifício tornou-se vítima de cegueira antes da conclusão do próprio.
P1141450
P1141461
O edifício fica sobre a superfície de 18,000 metros quadrados e tem 700 salas e gabinetes e 27 entradas; nos seus 2 lados simétricos, erguem-se a Câmara Alta e a Câmara Baixa, hoje é o lugar da Assembleia Nacional com 386 deputados. Na localidade, em uma sala central com cúpula, está onde guardam a coroa do primeiro rei húngaro, realmente tudo muito aristocrático.
P1141464
P1141448
P1141470
Todas as visitas ao Parlamento são guiadas e os preços são os seguintes:
10€ para cidadãos da União Europeia; 6€ para estudantes da União Europeia;
20€ para cidadãos que não pertecem a União Europeia; 12€ para estudantes de fora da União Europeia;
E para menores de 6 anos a entrada é grátis.
Caso queira comprar com antecedência visite a página oficial do Parlamento.
P1141479
P1141480
o interior do edifício é espetacular.
Áreas incluídas na visita guiada ao Parlamento Húngaro:
A escada principal, O grande salão com a belíssima cúpula, a Coroa e as Joias da Coroação Húngara, Salão da antiga Câmara dos Lores e o Salão das sessões da Câmara Alta.
IMG_2835 IMG_2834 IMG_2925
P1141454 IMG_2936-4 IMG_2939
IMG_2903 IMG_2960
 
Estima-se que estiveram cerca de mil pessoas envolvidas nos trabalhos, em cujos alicerces se estimam 40 milhões de tijolos, meio milhão de pedras preciosas e 40 kg de ouro. As visitas guiadas só são concedidas na época do verão, no inverno tudo estava fechado, também pudera o Castelo estava afundado na neve.
Para chegar até lá  siga até a praça Kossuth Lajos Tér, ao lado da estação de metrô que passa a linha M2.
Não deixe de visitar, é um dos programas mais legais de Budapeste! 

No momento temos algumas parcerias por aqui como o Rail Europe, Hostelclub, Booking, Rentcars e o Weplann. Não deixe de reservar a sua viagem com nossos links parceiros, pois, além de garantir menor preço e qualidade, o blog continua oferecendo conteúdo exclusivo e original.

Reserve também seu hotel pelo Booking.com, site com o melhor preço, com diversos hotéis pelo mundo e com a opção de cancelamento gratuito.

– Alugue seu carro na Europa, Brasil e América Latina com a Rentcars.

Rail Europe - O melhor lugar para sua viagem de trem

Booking.com

 

Estádio do Boca Juniors, La Bombonera

Já falei aqui sobre o Caminito e o La Bombonera uma porção de vezes, são dois lugares bastantes famosos na Argentina, e é claro que os amantes de futebol, assim como eu que não perdem a oportunidade de conhecer um estádio, ficarão felizes em conhecer esse estádio que é símbolo da Argentina. O la Bombonera fica entre as ruas Brandsen e Del Valle Iberlucea, ali perto tem o Museo de la Pasión Boquense e o Museo de Quique.
p8050696
p8050717p8050698
p8050705
p8050715

labombonera1
labombonera2

Assistir a um jogo nesse estádio é uma experiência incrível, como em vários shows de rock argentino, os hinchas “como são chamados os torcedores, levam bandeiras, fogos de artifícios e vários artefatos, incluindo aí facas e até armas. Vários incidentes já foram registrados e brigas de torcedores são comuns, portanto tenha bastante cuidado se quer ver um jogo dos arqui-inimigos Boca X River. Outro fator que não ajuda de nenhuma maneira são as ruas em volta do estádio, bastantes perigosas à noite, essa região infelizmente está muito descuidada, tenha bastante cuidado ao andar por lá, já que são relatados vários incidentes.

Aos amantes do futebol e rock argentino, uma das bandas que representa bastante essa fusão! Los Piojos, eles de novo, com o clássico Maradó, música em homenagem ao grande jogador argentino, Maradona!http://www.youtube.com/watch?v=ATgnkofnFvw

Algumas fotos que tirei quando fui ao estádio em 2006, 2008 e 2012! Quer saber mais sobre o estádio e os tours? Não deixe de ler o post super completo da Vivi, no Vivi na Viagem!

– Não deixe de reservar a sua viagem com nossos links parceiros como o Rail Europe, Booking, Rentcars e o Weplann, pois além de garantir menor preço e qualidade, o blog continua oferecendo conteúdo exclusivo e original.

– Reserve também seu hotel pelo Booking.com, site com o melhor preço, com diversos hotéis pelo mundo e com a opção de cancelamento gratuito.

– Alugue seu carro na Europa, Brasil e América Latina com a Rentcars.

– Use Internet Ilimitada em mais de 140 países com o chip da Easysim4U.

Rail Europe - O melhor lugar para sua viagem de trem

Booking.com

 

museu de antropologia da cidade do méxico

Esse museu conseguiu bater o meu primeiro museu da lista que era o British Museum de Londres. Sem dúvida, é o museu mais completo em que já estive, e olha que ele é focado somente na cultura pré-hispânica mexicana. Já tive a sorte de conhecer vários museus pelo mundo, e este é um dos melhores! As salas Mexica, e Teotihuacana são de um detalhismo impressionante. A Piedra del Sol é um show à parte, e praticamente todas as salas têm algo especial e inconfundível. A fonte da entrada é magnífica.

 

Neste museu você conhecerá mais da cultura do México e de suas civilizações, indico conhecer Teotihuacán e logo depois desfrutar do museu! O único problema é que em somente um dia não conseguimos ver tudo, assim voltamos no outro dia! É um passeio que merece ser visto e revisto sempre que for necessário.

Algumas vezes é possível ver as exposições itinerantes, a arquitetura do museu é espetacular, comprei algumas coisas na lojinha do recinto e não me arrependi! Eles oferecem algumas peças para coleção e muitos produtos artesanais. É obrigatório deixar a mochila no guarda-volumes, mas é tudo tranquilo e eles não cobram nada por isso. O valor do ingresso foi 57$ pesos mexicanos, bastante barato pelo que ele oferece.

 
 
  
Não se esqueça de colocar esse museu na sua lista quando visitar a Cidade do México, realmente não irá se arrepender, são muitas as fotos que tirei por lá, algumas da Pedra do Sol azteca, e algumas da Sala Mexica, Teotihuacana e Tolteca. O Museu está localizado no Paseo de la Reforma bem no bairro de Polanco, fica próximo ao Bosque de Chapultepec. No próximo post mais sobre os pontos turísticos mexicanos.

a história trágica de tlatelolco

 

Além das Ruínas de Teotihuacán, um dos monumentos mais impressionantes do México, visitamos as ruínas de Tlatelolco, conhecido pela Plaza de las 3 Culturas, ali é possível ver as 3 culturas predominantes no México. Esse conjunto está localizado no norte da Cidade do México, no distrito de Cuauhtémoc (os nomes mexicanos são realmente incríveis). E por que esse complexo é chamado dessa maneira? 

Pois nesse perímetro é possível observar essas 3 culturas que foram predominantes no México, são elas: a cultura pré-hispânica, que foram algumas das ruínas da cidade de Tenotchitlán (entre eles, aztecas, toltecas, entre outros), logo a hispânica (os colonizadores), destruindo assim os antigos prédios aztecas para a construção das igrejas espanholas e logo os monumentos modernos da época atual nos anos 60 e 70.

Ainda é possível ver que são os mesmos prédios construídos nos anos 60. Ali também foi palco do terrível massacre de Tlatelolco, em que vários estudantes do Movimento Estudantil foram assassinados em 2 de outubro de 68. Os governantes da época temiam o avanço do comunismo que estava muito forte nos países da América Latina, e com isso dispararam balas contra vários manifestantes que protestavam a favor dos estudantes daquela época.

As fotos foram tiradas hoje e podemos ver o prédio da Universidade de Tlatelolco, além da igreja que foi fundada em cima das ruínas pré-hispânicas, e as próprias ruínas que se encontram em perfeito estado de conservação. O passeio de hoje só estava começando, ainda iríamos à Basílica de Guadalupe e às pirâmides de Teotihuacán.

Um passeio pela capital do País de Gales

O dragão símbolo do País de Gales; esse fica na entrada do estádio de futebol Millenium Stadium.

A capital do País de Gales, Cardiff, é uma cidade muito tranquila, pitoresca e com um castelo incrível, o Castell Caerdydd. Saímos de Londres às 10h30 da manhã do Terminal de ônibus Victoria, ônibus da Megabus. Comprei as passagens 4 dias antes por 9£ ida e volta, 2h30 aproximadamente de viagem, fui com a Sandra e o Marco como de costume. Visitamos o Castelo de Cardiff, composto pela Torre do Relógio, pelo Palácio Vitoriano e pela Torre de Menagem Normanda.

O Castelo de Cardiff e o Castell Coch o “Castelo Vermelho” ambos são pontos turísticos muito famosos em Cardiff. Além disso, são marcos da arquitetura gótica do século XIX. No salão de St. David é possível assistir aos concertos orquestrais e clássicos de rock e jazz; pode ser uma excelente opção de entretenimento musical.

CardiffBay1
A fachada do Millenium Centre na Baía de Cardiff.
img_2865
Uma das várias estátuas na Cardiff Bay.

Na Cardiff Bay os edifícios vitorianos foram transformados em restaurantes, lojas de grife e design, centros de arte tornando o lugar mais agradável para passar tanto o dia quanto a noite. Essa área foi revitalizada pelo governo no anos 80, já que se tratava de uma área bastante negligenciada. Nesse dia, passeamos pela baía e conhecemos os vários museus espalhados, além é claro do Millenium Centre, ópera e teatro, o Senado Federal e o prédio da Assembléia Nacional de Wales.

Voltando à região central fomos ao famoso Estádio Milenium “Stadiwn y Mileniwm” onde a seleção brasileira jogou quando foi a Cardiff. Este é o maior estádio totalmente coberto do País de Gales e da Europa, tem capacidade para 74 mil pessoas sendo construído não só para jogos de rugby, como também para jogos de futebol e concertos de grande dimensão.
P5130235
uma das várias placas espalhadas pela capital com as duas línguas oficiais.
P5130234
a rua principal de compras da capital galesa.
P5130264
p5130254
IMG_2018
vários dragões espalhados pela cidade.
P5130245
P5130263
P5130253
Millenium Stadium, o gigantesco estádio de futebol e Rugby do País de Gales.
P5130268-2
P5130270
Parque Bute ou Bute Park Arboretum, está localizado ao lado do castelo.
P5130275-2
No interior da muralha do Castelo de Cardiff.
P5130276-2
uma das ruas principais vista de dentro da muralha do castelo.

Wales!! #mochilão #eurotrip #inglaterra #paísdegales #wales

Uma publicação compartilhada por Flávia Donohoe – QV (@quartodeviagem) em

O dragão!! #mochilão #eurotrip #cardiff #paísdegales #wales

Uma publicação compartilhada por Flávia Donohoe – QV (@quartodeviagem) em

Como de costume fui em algumas lojas de lembranças e souvernirs e comprei algumas coisas típicas do país, uma bandeira de Cardiff para a mochila, alguns postais e marcadores, um globo de neve com o dragão vermelho e uma bolsa com os principais pontos turísticos, realmente me apaixonei pela cidade, um lugar bastante tranquilo, agradável e histórico, além de cultural.

Não deixe de visitar outras cidades no Reino Unido, às vezes elas possuem muito mais atrativos que a capital Londres. O País de Gales é realmente um local que merece ser visitado.

cardiff1

Não deixe de visitar a cidade que é uma ótima opção pra quem quer conhecer mais de uma cultura ainda pouca explorada no Reino Unido.

Salve essa imagem no Pinterest pinterest

– Não deixe de reservar a sua viagem com nossos links parceiros como o Rail Europe, Hostelclub, Booking, Rentcars e o Weplann, pois além de garantir menor preço e qualidade, o blog continua oferecendo conteúdo exclusivo e original.

– Reserve também seu hotel pelo Booking.com, site com o melhor preço, com diversos hotéis pelo mundo e com a opção de cancelamento gratuito.

– Alugue seu carro na Europa, Brasil e América Latina com a Rentcars.

– Use Internet Ilimitada em mais de 140 países com o chip da Easysim4U.

Rail Europe - O melhor lugar para sua viagem de trem

Booking.com