Oslo, a cidade do Nobel da Paz

A cidade apesar de grande é bem compacta, então dá pra conhecer bastante coisa na capital norueguesa. Como em Dublin, usamos o ônibus HOP ON HOP OFF que é aquele busão que roda a cidade inteira, e não nos arrependemos, afinal o trajeto faz todos os pontos turísticos, mas prepare o bolso, pois foi o passeio mais caro de todos, se não me engano, gastamos algo como 300NOK, que dá em média 119R$, enquanto na maioria dos países da Europa, esse passeio sai em média 15 euros/libras, lá saiu em torno de 30 euros.

oslo20

oslo23

um recorrido por quase todos os pontos, do porto a fortaleza, ópera ao museu do Nobel da paz.

O passeio começou no centro da cidade, próximo a fortaleza de Akershus que é um dos pontos turísticos mais incríveis da cidade, mas como já comentei antes é bem rápido sair da estação Central de Oslo e ir ao Saga Hotel Oslo Central onde nos hospedamos.

img_1472

img_2646

img_2617

img_2622
img_2651

um dos metrôs no centro de Oslo, a parte costeira e vários cruzeiros ancorados por ali, além da Aker Bridge.

A cidade é viva e você encontrará de tudo por lá, pois é um centro de atividades tanto da música, artes como cultura e ciência, a cidade encanta por sua beleza arquitetônica, organização e pelo elevado padrão de vida da maioria da população.

img_1355

img_1038

img_1368

as várias estátuas próximas ao Centro Nobel da Paz e o Rådhuset.

Além de conhecer a fortaleza de Akershus, que guardou a cidade durante vários séculos, e possuir várias estátuas bizarras de crianças pelo caminho, fomos ao centro do Prêmio Nobel, o Nobel Fredssenter e ao Vigeland Park que sem dúvida é um dos lugares mais democráticos e emblemáticos da cidade. O prédio da Ópera de Oslo é outro espetáculo e me lembrou muito o prédio da Ópera de Reykjavik na Islândia, cada ponto da cidade possui uma arquitetura única e às vezes chamativa, foi uma das cidades que mais gostei de conhecer caminhando.

img_1369

img_1075

img_1080

img_2638

img_1437

img_1438

img_1451

img_2645

o exterior e o interior do Rådhuset (a prefeitura) e o Centro do Nobel da Paz.

O parque Vigeland é a principal área verde de Oslo, Gustav Vigeland é o autor desta e de outras tantas obras dentro do local, o consagrado escultor norueguês deixou 192 esculturas por lá, cuja temática é o ciclo da vida e a relação íntima entre o homem e a mulher, impressionando por sua ousada estética sexual. Já o Nobel Peace Center dispensa apresentações, pois a cada ano se realiza uma festa com os ganhadores do já famoso prêmio.

img_1468

img_1330

img_1466

img_1460

oslo25

o prédio da Universidade de Oslo, o Palácio Real e a Ópera de Oslo.

E posso dizer que nossos passeios em Oslo foram bem mais completos se não fosse o serviço da CitySightseeing que como já comentei é o ônibus turístico que nos leva a praticamente todos os pontos turísticos de cada cidade que você visita. Ainda conhecemos a região do porto onde está a Aker Bridge, a incrível Ópera de Oslo, o Parlamento Norueguês, o Palácio Real, além é claro de alguns museus, inclusive o da literatura.

oslo21

oslo12

Pra quem ainda não conhece recomendo bastante, pois este otimiza o seu tempo na cidade, além é claro de economizar bastante nos trajetos, com certeza, uma das cidades que mais nos encantou.

Não deixe de ler o post da Josiane do Uma turista nas nuvens sobre as 10 coisas imperdíveis de se fazer em Oslo.

Salve essa imagem no Pinterest pinterest

– Não deixe de reservar a sua viagem com nossos links parceiros como o Rail Europe, Hostelclub, Booking, Rentcars e o Weplann, pois além de garantir menor preço e qualidade, o blog continua oferecendo conteúdo exclusivo e original.

– Reserve também seu hotel pelo Booking.com, site com o melhor preço, com diversos hotéis pelo mundo e com a opção de cancelamento gratuito.

– Alugue seu carro na Europa, Brasil e América Latina com a Rentcars.

– Use Internet Ilimitada em mais de 140 países com o chip da Easysim4U.

Rail Europe - O melhor lugar para sua viagem de trem

Booking.com

16 respostas para “Oslo, a cidade do Nobel da Paz”

  1. Não sabia que era possível visitar o centro do Prémio Nobel, deve ser emocionante. Mas o que mais gostei foi desse edifício da ópera. Que coisa mais vanguardista e impactante.
    Excelente post

  2. Oslo me pareceu mesmo uma cidade atraente. As esculturas e arquiteturas apresentadas nas fotos aparentam mesmo um design muito particular, às vezes tendendo ao mais tradicional, outras mais moderninho, arrojado… Fora a atmosfera da cidade. De todos os pontos que você citou eu gostaria de conhecer, bem, TODOS! Inclusive ver de perto as obras de Gustav Vigeland. bjus

    1. Eu fiquei positivamente surpresa com essa cidade, é de um espaço democrático invejável, pelo que vi tudo ali é pensado para que todos sejam iguais, essa parte do parque choca a primeira vista, mas depois você se acostuma com o teor das obras e como elas são representativas, a região da ópera é de tirar o fôlego de tão fotogênica! Um grande beijo Aninha e obrigada pelo comentário!

  3. Bacana demais seu relato, Oslo parece ser realmente encantadora, e só pelo fato de estar na Escandinávia do “bem estar-social”, que acredito ser o futuro das demais nações do globo, tem ainda mais minha simpatia. Adorei conhecer Oslo pelos seus olhos!

  4. Que legal o seu relato! Eu sempre fico com o pé atrás com esses ônibus Hop On Hop Off, mas esse parece realmente valer a pena e ser bem completo. Acho que no fim das contas compensa pagar os mais de 100 reais rs

  5. Oslo parece ser uma cidade interessante, mas confesso que não está no topo da minha lista de lugares pra conhecer na Noruega.. Só que indo pra lá, com certeza vou dar uma voltinha por lá pra conhecer essa capital 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: