Zócalo, praças e os mercados do Distrito Federal

Voltando com os posts do México, nos nossos primeiros dias no México visitamos bastante o Zócalo, várias praças e as feirinhas na Cidade do México, estas são disparadas as minhas preferidas. Eles vendem muitas coisas que você só encontra por lá, e as caveiras pintadas com motivos mexicanos são um show à parte!

No Zócalo é uma mistura só, ali é possível encontrar todas as etnias da cultura e do povo mexicano, ali também é possível ver os vários rituais realizados pelos índios aztecas, maias, entre outros. Como boa fã de rock e cinema mexicano fiquei muito satisfeita com o que encontrei nas feiras, assim como na Argentina eles também têm compilações de DVD’s e CD’s piratas. Aproveitamos e compramos várias coisinhas para casa e algumas esculturas, além da caveira, um tapete e bordados! Ali próximo ao Zócalo, atrás da Catedral fui no Hostel Mundo Joven, bastante conhecido por vender vários pacotes pras ruínas e várias cidades no entorno do DF. É recomedável fechar esses tipos de pacotes quando você viajar por lá, as ruínas são afastadas da cidade e não recomendo ir por conta própria. Os preços são variados, mas posso dizer que achei bem em conta!
Como estávamos em família, ficou bem mais viável, afinal tinhamos uma van pra nos levar a quase todos os lugares. Fechamos com a agência Adventours Wayak alguns dos mais famosos passeios. Entre eles, a ida a Teotihuacán, Taxco/Puebla e Xochimilco/Coyacán, na ida a Teotihuacán passamos também por Tlatelolco e a Basílica de Guadalupe! O Hostel Mundo Joven Catedral fica no Zócalo, bem próximo da Catedral e do metrô Zócalo!

O Zócalo é a Praça da Constituição, é a quarta maior praça do mundo e é o centro da identidade nacional mexicana, a própria está localizada no Centro Histórico da cidade, localização esta que foi escolhida pelos conquistadores por ser antigamente o centro político e religioso de Tenochtitlán, capital do império Azteca. A praça está rodeada pela Catedral Metropolitana da Cidade do México (ao norte), o Palácio Nacional do México (ao este), sede do Poder Executivo Federal, e o edifício do Governo do Distrito Federal (ao sul), sede do Poder Executivo local. Na esquina noroeste da praça se encontra o Museu do Templo Maior, ali também se encontra a estação Zócalo da Linha 2 do Metrô da Cidade do México.

A praça teve ao longo da história também outros nomes oficiais, como Praça das Armas, Praça Principal, Praça Mayor e Praça do Palácio. O nome atual foi assumido durante a Nova Espanha, em 1813, porque foi ali que a Nova Espanha jurou a Constituição Espanhola de 1812, promulgada em Cádiz no ano anterior.

Em 1843 se construiu no centro da praça um zócalo para receber um monumento da independência do México. O monumento não chegou a ser construído e o zócalo permaneceu solitário no meio da praça por muitos anos. A partir de expressões como “nos vemos no zócalo”, se começou a confundir o nome do monumento com a praça, e a palavra zócalo se converteu em sinônimo de fato para o nome da praça central da cidade. Durante o império azteca, no lugar da atual praça, encontrava-se o Templo Mayor e o palácio de Motecuhzoma Xocoyotzin (Moctezuma II).


É nesta praça onde a cerimônia comemorativa do início da Guerra da Independência é realizada anualmente a cada 15 a 16 setembro, o evento tradicionalmente chamado de “o Grito”. As ruas vizinhas refletem a agitada vida desta cidade, executivos de negócios, carros ostentosos, pequenos comerciantes, trabalhadores e lojas de roupa internacionais se misturam nas ruas do complexo centro da chilangolândia. Sendo turista, será inútil perguntar pela “Praça da Constituição”, ninguém vai saber do que se trata, será melhor utilizar o nome popular: “Zócalo”, que é um referente obrigatório para qualquer capitalino.




Já sobre o Templo Mayor, foi um dos principais templos aztecas, o seu estilo arquitetônico pertence ao período pós-clássico mesoamericano, medindo aproximadamente 100 por 80 metros na base, o templo dominava um Recinto Sagrado, o sítio arqueológico situa-se imediatamente a nordeste do Zócalo, ou praça principal da Cidade México, na esquina entre as ruas Seminario e Justo Sierra.
Após a destruição de Tenochtitlán, o Templo Mayor, tal como a maior parte da cidade, foi desmantelado e depois coberto pela nova cidade colonial espanhola.



O museu é o resultado do trabalho efetuado desde o início da década de 1980 para resgatar, conservar e estudar o Templo Maior, o Recinto Sagrado e todos os objetos com ele associados que existe para tornar todas as descobertas acessíveis ao público.
O Zócalo é sem dúvida um dos meus lugares preferidos na Cidade do México!


Nos próximos posts mais sobre o Paseo de la Reforma, o Parque de Chaputelpec, a Basílica e a ruínas das antigas civilizações mexicanas.

o metrô da cidade do méxico

Um dos meus metrôs preferidos, impossível não passear pelo metrô do Distrito Federal (não o de Brasília) e não se lembrar da música El Metro do grupo mexicano Café Tacvba. O Metrô da Cidade do México cobre as áreas central e norte e municípios do Estado do México, e é o quinto maior sistema de metrô em número de passageiros; também pudera, a Cidade do México é uma das mais populosas do mundo.

mexico4E como vai longe esse metrô, é possível ir ao aeroporto e até a cidades bem afastadas do centro como Coyoacán. A primeira linha do metrô cobria 16 estações e foi aberta ao público em 1969, desde então foram feitas várias expansões e ele está composto por 12 linhas, 195 estações em 225,9 km.

mexico3

Dentre as estações, 106 são subterrâneas, 53 são de superfície e 16 são elevadas. Durante o horário de pico, os trens são invadidos constantemente por vendedores que vendem de tudo, desde CD’s piratas, livros, bugigangas em geral e é até possível ver apresentações pirotécnicas, uma vez vimos um homem rolando no chão com cacos de vidros, insano. Em algumas linhas, também, no horário do rush, os dois primeiros vagões são destinados a mulheres e crianças.mexico5Um ponto interessante é sobre a forma como foram criados os símbolos de cada estação. O norte-americano Lance Wyman, também criador do logotipo das Olimpíadas de 1968, idealizou os pictogramas para facilitar a identidade visual do local. Essa programação inclui o reconhecimento de cada estação por um símbolo, um ícone bem peculiar da cultura local, representativo ao nome da estação ou da área em que se situa.

mexico6Isso foi feito, pois, naquele período, havia uma porcentagem relevante de pessoas analfabetas, sendo assim, mais fácil para a população se guiar por um sistema baseado em cores e símbolos visuais. Além do nome da estação em si, a base para a escolha do símbolo pode levar em consideração a região onde ela se localiza, isso é uma das coisas mais geniais que já vi em um metrô.

IMG_5714-6

Um exemplo é nessa estação da foto acima, o desenho da estação que é idêntico ao da pirâmide, é a do deus do vento Ehécatl que, na cultura dos aztecas, era um dos deuses mais venerados, a estação é a Pino Suárez. Alguns outros exemplos são:
  • Pontos de referência na área (um chafariz para a estação Salto del Água, referente à fonte que lá existe).
  • A tipologia (um coiote para a estação Coyoacán — o nome significa “lugar de coiotes” no idioma Nahuatl).
  • A história do lugar (na estação Juárez, o símbolo é a silhueta do presidente Benito Juárez).
Os pictogramas ou ícones exibem as cores da linha a que a estação cobre, as que cobrem duas ou mais linhas mostram cores de cada linha em listas diagonais, como na já citada Salto del Água.
Com a facilidade e reconhecimento dos pictogramas, tal sistema foi adotado, também, no Metrobus, o “Tren Ligero” e nos “Ferrocarrilles Suburbanos” da capital, bem como nos metrôs de Guadalajara e Monterrey. Com a redução das taxas de analfabetismo, o uso dos símbolos não se tornava mais necessário, mas como se enraizou na cultura e a iconografia representa bem vários pontos do D.F e seu transporte público, esta se fixou como característica distintiva mexicana.
 O Brasil se inspirou nos moldes mexicanos e importou o sistema. Este é visto no metrô da cidade do Recife que os utiliza desde sua inauguração, em 1985. No México vá sempre de metrô, uma experiência única.
L1 Rosa Pantitlán ↔ Observatório
                  L2 Azul         Cuatro Caminos  ↔ Tasqueña
L3 Verde oliva Indios Verdes ↔ Universidad
L4 Azul claro     Santa Anita  ↔ Martín Carrera
L5 Amarela    Politécnico  ↔  Pantitlán
L6 Vermelha          El Rosario  ↔  Martín Carrera
L7 Laranja          El Rosario  ↔  Barranca del Muerto
L8 Verde     Garibaldi  ↔  Constitución de 1917
L9   Castanha Pantitlán  ↔ Tacubaya
LA  Violeta Pantitlán  ↔  La Paz
LB Verde e prateado Ciudad Azteca  ↔  Buenavista
L12 Ouro Mixcoac  ↔  Tláhuac
mexico1

Salve essa imagem no Pinterest pinterest

– Não deixe de reservar a sua viagem com nossos links parceiros como o Rail Europe, Hostelclub, Booking, Rentcars e o Weplann, pois além de garantir menor preço e qualidade, o blog continua oferecendo conteúdo exclusivo e original.

– Reserve também seu hotel pelo Booking.com, site com o melhor preço, com diversos hotéis pelo mundo e com a opção de cancelamento gratuito.

– Alugue seu carro na Europa, Brasil e América Latina com a Rentcars.

– Use Internet Ilimitada em mais de 140 países com o chip da Easysim4U.

Rail Europe - O melhor lugar para sua viagem de trem

Booking.com

típico bed & breakfast na cidade do méxico

Sem dúvida, um dos mais simples, mas mais bacanas B&Bs onde já me hospedei! Angel e Lupita são uns amores! Eu, meu namorado, marido nos sentimos em casa! O café da manhã que a cada dia era uma iguaria mexicana nos deliciava a cada manhã, tirando a pimenta é claro! Sentirei saudades e já estou marcando a minha volta! Indico e com certeza voltaria! Nosso quarto era bastante espaçoso e com banheiro, além é claro da TV a cabo! 
O lugar próximo ao metrô é um pouco bagunçado, mas a localização é ótima, acreditem! Incrivelmente próximo ao grande shopping da Reforma, além de restaurantes, Starbucks e de uma famosa creperia colombiana (Crepes & Waffles)! Lugar confortável e seguro! Algumas pessoas reclamaram muito do lugar, mas acho que assim que chegamos o local foi reformado, além da pintura, eles colocaram vários quadros e coisinhas pelo apartamento.
Ficamos em um quarto de casal com um armário grande, uma arara de roupas, cofre e banheiro, além é claro da TV a cabo, recomendadíssimo pra caso queira treinar o espanhol vendo os canais mexicanos.
A Colonia Roma é até engraçada, assim que se chega ao local, do lado direito parecíamos que estávamos em um daqueles bairros bem humildes das novelas mexicanas, próximo ao metrô, tudo muito colorido, bagunçado, cheirando a frango e afins, naquela área é realmente uma bagunça, você se assusta.  
Já do lado esquerdo é outro universo, a poucos metros estão vários restaurantes, bares e fica próximo ao Angel de la Reforma, dali da pra caminhar tranquilamente. Gostei bastante do bairro, bem particular. O metrô mais próximo é o central Insurgentes, um dos mais cheios da cidade.
Ali próximo também estão várias redes de restaurantes fast food como o Wings e o VIPS (especialmente para café da manhã). No geral, definitivamente vale a pena se você estiver com o orçamento baixo e não é super exigente.

Local agradável, atendimento ótimo. O dono do local (Angel) é muito atencioso e a casa é grande, café da manhã típico mexicano, que a cada dia variava. O local possui vários restaurantes, comércios e lojas. O metrô está bem próximo e é possível ir a todos os pontos turísticos de maneira muito simples. Ainda passamos por um hostel que fica na Condesa que é muito bom, mas bastante caro por se tratar de um hostel, HOSTAL La Buena Vida!
Endereço: Bed and Breakfast México, Oaxaca 21 Colonia Roma Norte, 06600 Mexico City. 
Para saber mais informações e reviews do hostel é só ir até o trip advisor: 

o aeroporto da cidade do méxico, benito juarez

Depois de passar pelo aeroporto do Panamá e chegar ao Benito Juárez na Cidade do México, vi que realmente o Brasil andava defasado em relação a aeroportos. O aeroporto mexicano é ótimo, um dos melhores da América Latina, padrão Europa e Estados Unidos. São dois terminais ligados por um tram e metrô saindo direto do aeroporto indo ao centro da Cidade do México. A segurança no aeroporto é bastante reforçada, fomos revistadas 3 vezes, uma inclusive com cachorros, afinal ali já é um grande passo pra entrar nos Estados Unidos, talvez aí a forte segurança.
aeroportomexico2
O Aeroporto Internacional da Cidade do México, Benito Juárez, nomeado formalmente após o bicentenário do presidente Benito Juárez em 2006, é o principal aeroporto doméstico e internacional do México, oferecendo vôos para mais de 100 destinos ao redor do mundo.
aeroportomexico1
Este é o mais movimentado da América Latina. Voamos de Copa Airlines, mas é possível chegar até lá pela TAM, Aeromexico e Avianca. O aeroporto é servido pela estação de Metrô Terminal Aérea, localizada dentro da ala doméstica e também por um terminal de ônibus, na qual oferece várias linhas de ônibus com rotas para Cuernavaca, Puebla, Querétaro, Toluca, Pachuca e Córdoba.
P72307241-6
P7230720-6
P7230725-6
p7230720
p7230719
p7230732
Nesse dia a atriz de ouro Silvia Piñal estava no aeroporto.
Apesar do aeroporto sempre ter uma área de ônibus, o terminal foi construído em 2003 para acomodar os muitos passageiros que utilizam o serviço de ônibus. Na parte interior do aeroporto é possível também encontrar várias lojas de souvenirs, uma escadaria enorme, serviços de lockers, correio, lojas de bebidas entre várias outras coisas, inclusive um museu dedicado as ruínas aztecas e maias com várias fotos e objetos.
Por ser um dos principais aeroportos dessa região é fácil encontrar artistas e celebridades latinas, na volta para o Brasil pude ver uma das atrizes do cinema de ouro mexicano, a grandiosa Silvia Piñal.
Quer saber como é viajar de executiva pela Aeromexico? Visite o post do Viagens Cinematográficas.
Nos próximos posts mais da Cidade do México e alguns updates da minha mais recente viagem, Moscou.

– Não deixe de reservar a sua viagem com nossos links parceiros como o Rail Europe, Hostelclub, Booking, Rentcars e o Weplann, pois além de garantir menor preço e qualidade, o blog continua oferecendo conteúdo exclusivo e original.

– Reserve também seu hotel pelo Booking.com, site com o melhor preço, com diversos hotéis pelo mundo e com a opção de cancelamento gratuito.

– Alugue seu carro na Europa, Brasil e América Latina com a Rentcars.

– Use Internet Ilimitada em mais de 140 países com o chip da Easysim4U.

Rail Europe - O melhor lugar para sua viagem de trem

Booking.com

hora dos scrapbooks, meus cadernos de viagem

Depois de muito tempo e ensaio de alguns posts sobre esse assunto, me animei com o post do Finestrino sobre scrapbooks! Os da Anna são lindos! O link aqui pra quem quiser conhecer: http://finestrino.com.br/category/scrapbook-2/
Tenho feito scrapbooks desde 2006 e de lá pra cá já tenho vários, inclusive levei alguns pra escola pra mostrar pros meus alunos, eles adoraram! Há umas duas semanas terminei o do México, ainda faltam alguns detalhes, mas ficou muito legal e com várias fotos da Cidade do México e Teotihuacán! Um dos meus preferidos é o da Inglaterra, pois no tempo que morei por lá fiz várias viagens pelas cidades e guardava praticamente tudo! Com mais tempo coloco os que tenho por aqui com mais detalhes, por agora alguns para desgutação! Na ordem, Inglaterra 2010, Mochilão Europa 2013, Mochilão América do Sul 2006, México 2013!

adiós mexico lindo y querido

No nosso último dia no México eu aproveitei para fazer mais comprinhas! Coisas bem culturais, nada caro como a maioria faz. Caminhamos bastante pelo Paseo de la Reforma, metrôs e nas proximidades do Palácio de Bellas Artes! 
A cidade do México, é uma cidade fantástica, cheia de história, cores e sabores a cada esquina, a volta já está marcada para o ano que vem, assim conhecerei mais da Península de Yucatán e do Caribe mexicano!!
Nos próximos posts mais do Panamá, além dos relatos sobre os mochilões anteriores!! Vou demorar um pouco pra postar os relatos do México, pois afinal ainda estou devendo posts da América do Sul, e da Europa! 
Até lá, irei postar sobre a Inglaterra, França e como irei tirar o meu visto para a Inglaterra!
 Sobre a pirâmide no metrô, esta foi descoberta durante as escavações para a construção do próprio e marca o limite da parte sul da cidade de Tenochtitlán. 
O desenho da estação que é idêntico ao da pirâmide, é a do deus do vento Ehécatl que na cultura dos aztecas era um dos deuses mais venerados! Essa sim é uma cidade que respira cultura em cada esquina!

Algumas fotos desses dias aqui na Cidade do México, Guadalajara e Teotihuacán.
Estátuas dos deuses mexicanos próximo ao Zócalo e ao Palácio de Bellas Artes (na calle Tacuba), estações de metrô (essa primeira é a Pino Suarez, a que tem uma pirâmide azteca no centro do metrô), Simon feliz da vida em Guadalajara na Praça dos presidentes, Museus (o de Antropologia), Feiras e mercados de Artesanatos (de Balderas e o de Coyocán), Pirâmides (as de Teotihuacán) e os ícones do México, El chavo del 8 e Cantinflas! 

updates da cidade do méxico






Depois de quase duas semanas viajando pelo México, voltamos ao Distrito Federal e fomos visitar o Mercado de Flores de Xochimilco! E que lugar lindo, é um dos lugares mais turísticos de toda a cidade, vale a pena a visita! Além desse passeio visitamos outros lugares e o melhor é que navegamos pelo rio com as famosas “trajineras” que são as embarcações que levam nome de mulheres! O passeio durou mais ou menos uma hora, tivemos a oportunidade de interagir com as outras pessoas, e já se vê que é um lugar muito festivo e alegre, as pessoas vão celebrar aniversários, casamentos e o passeio de domingo com a família! 
Várias trajineras levam mariachis e cantores populares, portanto será fácil fazer o passeio com alguma música de fundo. A escolhida foi a de nome Brenda!
Além de Xochimilco, conhecemos Coyacán que agora faz parte também da região metropolitana da Cidade do México, esse bairro é famoso, pois é onde a pintora mexicana Frida Kahlo morava com o seu marido Diego Rivera. Conhecemos além da Casa Azul, residência dos dois, os Mercados de Coyacán, o Estádio Olímpico de 1968 e outra zona Arqueológica bastante importante, mas pouco divulgada!
A Cidade do México é um dos lugares mais fascinantes da América Latina, vamos sentir falta desde das cervecerias, tequilarias e dos antros!
Hasta pronto, Ciudad de México, te extrañaremos!

Algumas fotos que tirei nesse dia, os embarcaderos de Xochimilco, o jardim do WTC mexicano, Cantinflas (el torero payaso), Plaza de Toros de México, Museu da Frida Kahlo, Feirinha de artesanatos de la Ciudadela, Piñata no Mercado de Coyocán e os Voladores de Paplanta em Chapultepec!

museu de antropologia da cidade do méxico

Esse museu conseguiu bater o meu primeiro museu da lista que era o British Museum de Londres. Sem dúvida, é o museu mais completo em que já estive, e olha que ele é focado somente na cultura pré-hispânica mexicana. Já tive a sorte de conhecer vários museus pelo mundo, e este é um dos melhores! As salas Mexica, e Teotihuacana são de um detalhismo impressionante. A Piedra del Sol é um show à parte, e praticamente todas as salas têm algo especial e inconfundível. A fonte da entrada é magnífica.

 

Neste museu você conhecerá mais da cultura do México e de suas civilizações, indico conhecer Teotihuacán e logo depois desfrutar do museu! O único problema é que em somente um dia não conseguimos ver tudo, assim voltamos no outro dia! É um passeio que merece ser visto e revisto sempre que for necessário.

Algumas vezes é possível ver as exposições itinerantes, a arquitetura do museu é espetacular, comprei algumas coisas na lojinha do recinto e não me arrependi! Eles oferecem algumas peças para coleção e muitos produtos artesanais. É obrigatório deixar a mochila no guarda-volumes, mas é tudo tranquilo e eles não cobram nada por isso. O valor do ingresso foi 57$ pesos mexicanos, bastante barato pelo que ele oferece.

 
 
  
Não se esqueça de colocar esse museu na sua lista quando visitar a Cidade do México, realmente não irá se arrepender, são muitas as fotos que tirei por lá, algumas da Pedra do Sol azteca, e algumas da Sala Mexica, Teotihuacana e Tolteca. O Museu está localizado no Paseo de la Reforma bem no bairro de Polanco, fica próximo ao Bosque de Chapultepec. No próximo post mais sobre os pontos turísticos mexicanos.

basílica nossa senhora de guadalupe

A Basílica é oficialmente chamada de Insigne e Nacional Basílica de Santa María de Guadalupe, é um santuário dedicado à Virgem Maria de Guadalupe, localizado em um dos lugares mais importantes da Cidade do México, o Monte de Tepeyac. Esta basílica é um dos santuários mais visitados do mundo, ficando atrás somente da Basílica São Pedro do Vaticano, mais de 20 milhões de pessoas a visitam por ano.

A história da Virgem é algo realmente extraordinário.

A imagem da Santa de devoção ficou impressa em um tecido feito com as fibras do maguey. Uma planta muito utilizada pelos índios mexicanos. É quase impossível fazer algum desenho ou pintura nesse tipo de fibra. A simbologia dessa história no México é algo transcendental e rico, o rosto impresso nessa fibra mostrou uma jovem mestiça, coisa que não existia no México naquele tempo. Além dessa, várias histórias rondam esse manto sagrado, que está em exposição na parte posterior do altar dentro da Basílica nova.

Um momento bastante emocionante pra mim, que sou fã de Igrejas e Catedrais. Sem dúvida, um dos lugares mais representativos.

As fotos foram tiradas hoje na Basílica. A fé dos mexicanos é algo surpreendente, fizemos esse passeio junto com a ida às Pirâmides de Teotihuacán.

incrível e mágica teotihuacán

Logo após as visitas de Tlatelolco e à Basílica, fomos ao famoso complexo de Pirâmides de Teotihuacán, o maior do México, e o terceiro maior do mundo.

As pirâmides são incríveis, magníficas. Não deixem de fazer o passeio com uma agência credenciada, isso ajudará a entender como viviam os teotihacanos naquela época.

A língua predominante nessa civilização era o náhualt, língua que ainda está viva entre os historiadores e amantes dessa incrível cultura. O nome Teotihuacán significa “lugar onde foram feitos os deuses” ou “cidade dos deuses”. Essa sem dúvida, foi uma das maiores cidades da Mesoamérica durante a época pré-hispânica.

É incrível como pouco se sabe sobre essa civilização, os mexicanos os chamavam assim, mas se desconhece por completo como eles eram chamados em sua linguagem original.

O local está a 45 quilômetros da Cidade do México, e a Zona Arqueológica foi declarada Patrimônio da Humanidade em 1987. É possível ver que o local ainda é objeto de estudos, inclusive com vários especialistas, arqueólogos e investigadores utilizando os espaços enquanto se visita o lugar. As escavações continuam até os dias atuais. Além disso, é obrigatório a visita às duas pirâmides. Demoramos mais ou menos 40 minutos para subir a maior pirâmide do complexo, a imponente Pirâmide do Sol.

Principais monumentos: A Calçada dos Mortos, Os Grandes Basamentos, a Pirâmide do Sol, Pirâmide da Lua, a Ciudadela e a Pirâmide da Serpente e o Palácio do Deus Quetzalpapálotl! Esse é um passeio obrigatório que mostra muito dos valores culturais desse incrível povo que são os mexicanos.

a história trágica de tlatelolco

 

Além das Ruínas de Teotihuacán, um dos monumentos mais impressionantes do México, visitamos as ruínas de Tlatelolco, conhecido pela Plaza de las 3 Culturas, ali é possível ver as 3 culturas predominantes no México. Esse conjunto está localizado no norte da Cidade do México, no distrito de Cuauhtémoc (os nomes mexicanos são realmente incríveis). E por que esse complexo é chamado dessa maneira? 

Pois nesse perímetro é possível observar essas 3 culturas que foram predominantes no México, são elas: a cultura pré-hispânica, que foram algumas das ruínas da cidade de Tenotchitlán (entre eles, aztecas, toltecas, entre outros), logo a hispânica (os colonizadores), destruindo assim os antigos prédios aztecas para a construção das igrejas espanholas e logo os monumentos modernos da época atual nos anos 60 e 70.

Ainda é possível ver que são os mesmos prédios construídos nos anos 60. Ali também foi palco do terrível massacre de Tlatelolco, em que vários estudantes do Movimento Estudantil foram assassinados em 2 de outubro de 68. Os governantes da época temiam o avanço do comunismo que estava muito forte nos países da América Latina, e com isso dispararam balas contra vários manifestantes que protestavam a favor dos estudantes daquela época.

As fotos foram tiradas hoje e podemos ver o prédio da Universidade de Tlatelolco, além da igreja que foi fundada em cima das ruínas pré-hispânicas, e as próprias ruínas que se encontram em perfeito estado de conservação. O passeio de hoje só estava começando, ainda iríamos à Basílica de Guadalupe e às pirâmides de Teotihuacán.

várias fotos da cidade do méxico

Essas são algumas das fotos que tirei ontem e hoje pela cidade. El Ángel de la Independencia no Paseo de la Reforma, os Altares das ruínas de Tlatelolco e o Complexo Arqueológico, Universidade da UNAM, Igreja principal e a Basílica de Nossa Senhora de Guadalupe.

O Anjo da Reforma, é um dos ícones mais famosos da Cidade do México, tanto nos selos quanto nos tickets de metrô ele é estampado, grande monumento e orgulho dos mexicanos.