Follow:
África África do Sul Cidade do Cabo City Sightseeing Tour Mochilão África do Sul Pontos Turísticos Walking Tour

Bo-Kaap o bairro mais colorido da Cidade do Cabo

img_69431

Não poderia deixar de falar do bairro mais fotogênico da Cidade do Cabo, com suas ruas coloridas, bem chamativas, é um ponto turístico à parte. Essa área residencial é conhecida como o bairro Malaio da cidade. É uma área multicultural conhecida basicamente por suas casas nem um pouco convencionais. Infelizmente é uma área que também está sofrendo com a gentrificação.

img_3747

africadosul8

africadosul7

Ou seja, antigos moradores não conseguem custear mais a vida no bairro, pois agora muitos querem morar por ali, por se tratar de um local famoso e com apelo cultural.

Bo-Kaap é um bairro tradicional e multicultural a mistura de raças acabou conhecida culturalmente como Cape Malay e o local se tornou o Malay Quarter da Cidade do Cabo. Patrimônio nacional, muitas casas são monumentos datados de 1750 e diversos restaurantes ainda mantém o sabor das comidas típicas e da época. Dali dá pra ver constantemente a vista da Table Mountain.

img_3751

img_3760

img_3761

img_3776

img_3763

img_3777

Em 1700, a área era declarada exclusivamente para moradia dos escravos importados pelo domínio holandês, mais tarde, em 1844, islâmicos e muçulmanos chegaram e construíram muitas mesquitas no local, tanto que mais 90% das famílias que moram ali tem o islamismo como religião.

img_6892

img_8565

Na época do apartheid, o bairro era considerado uma township, uma das favelas da Cidade do Cabo, a mais famosa dela é a Imizamo Yethu, que inclusive oferece passeios guiados, assim como nas favelas do Rio de Janeiro, mas infelizmente na África do Sul elas são formadas muito mais por questões raciais, pois com a segregação, pessoas de outros lugares ou religiões que não participavam dessa descendência cultural eram forçadas a sair dali.

img_6924

Infelizmente é algo com o que vivemos, especialmente vindo de países com história de escravidão e segregação, assim como o Brasil e a África do Sul.

Pra acompanhar nossas viagens em tempo real é só ir no Instagram e snapchat @quartodeviagem.

Salve essa imagem no Pinterest pinterest

– Não deixe de reservar a sua viagem com nossos links parceiros como o Rail Europe, Booking, Rentcars e o Weplann, pois além de garantir menor preço e qualidade, o blog continua oferecendo conteúdo exclusivo e original.

– Reserve também seu hotel pelo Booking.com, site com o melhor preço, com diversos hotéis pelo mundo e com a opção de cancelamento gratuito.

– Alugue seu carro na Europa, Brasil e América Latina com a Rentcars.

– Use Internet Ilimitada em mais de 140 países com o chip da Easysim4U.

Rail Europe - O melhor lugar para sua viagem de trem

hu1

Booking.com

Leia também:

Previous Post

22 Comments

  • Reply Fabricio

    Uau, que lindo esse bairro. Sou louco pra conhecer Cape Town, quantos dias você recomendaria ficar na cidade?

    17 de maio de 2018 at 13:02
    • Reply Flavia Donohoe

      Eu fique 1 semana e adorei, ficaria mais com certeza, mas acho que 1 semana é suficiente, agora se for conhecer mais do país indico umas 3 semanas!

      17 de maio de 2018 at 23:25
  • Reply Analuiza

    Eu estive ai num domingo pela manhã e não tinha vivalma nas ruas. O calor estava desolador, queimando e matando! Um bairro que tem tudo a ver com a história da Cidade do Cabo né?! 🙂 bjinhos

    17 de maio de 2018 at 15:38
    • Reply Flavia Donohoe

      Quando estivemos por lá também estava bem vazio, pelo menos deixam as pessoas do bairro viver em paz, eu fui no final do verão então o clima estava ótimo, eu gostei muito bairro e conhecer mais da história foi sem dúvida muito esclarecedor!

      19 de maio de 2018 at 11:11
  • Reply Lu

    Tudo tão colorido, achei uma gracinha e você mostrou muito bem com as diversas fotos, é uma pena quando local começa a ficar famoso e o custo de vida para a população local aumenta, mas infelizmente faz parte.

    17 de maio de 2018 at 17:13
    • Reply Flavia Donohoe

      isso é realmente um problema e não só por lá, em várias cidades brasileiras isso já acontece, deveriam implementar mais planos de ajuda à população.

      19 de maio de 2018 at 11:12
  • Reply Eloah Cristina

    Bem colorida mesmo este bairro. Tenho muita vontade de conhecer a Cidade do Cabo. Já está na lista =)

    17 de maio de 2018 at 20:04
    • Reply Flavia Donohoe

      um país e cidade maravilhosos, vale muito a pena passar uma semana por lá!

      19 de maio de 2018 at 11:13
  • Reply Luisa Galiza

    Sou doida pra conhecer essa cidade, esse país! Mas confesso que nunca tinha visto um post dedicado só esse bairro, que bacanérrimo!!! Adorei saber e só fiquei com mais vontade….

    17 de maio de 2018 at 20:33
    • Reply Flavia Donohoe

      obrigada Luisa, o bairro é muito fofo e cheio de história, vale mesmo a pena um post só pra ele, e a visita é claro!

      19 de maio de 2018 at 11:13
  • Reply Fabiane de Lima Bastos

    Já quero programar um ensaio fotográfico por lá! Vou me perder clicando essas cores dos mais diferentes ângulos <3

    17 de maio de 2018 at 22:13
    • Reply Flavia Donohoe

      as paredes coloridas deixam qualquer foto incrível, o seu ensaio ficará incrível 😀

      19 de maio de 2018 at 11:15
  • Reply Luciana

    Interessante saber que um lugar com um legado de segregação, consegue de qualquer modo psssar leveza e alegria.

    18 de maio de 2018 at 07:36
    • Reply Flavia Donohoe

      também achei isso, o local é bem leve e inspira muita coisa boa, apesar de um passado terrível!

      19 de maio de 2018 at 11:38
  • Reply Marcia Picorallo

    Polêmica esta questão de moradia – e um drama para quem não tem um teto. Vi esta semana uma matéria sobre como Londres tem bairros onde convivem diferentes classes sociais, inclusive quem recebe auxílio do governo. Mas, de novo, há problemas, como o uso de materiais baratos e até perigosos, que acabou culminando no incêndio de 2017. E nem vou falar do incêndio recente no centro de SP…

    18 de maio de 2018 at 14:51
    • Reply Flavia Donohoe

      Londres tem uma situação bem peculiar, mas até lá existem lugares só para a população pobre, mas também bairros como Kensington possuem as famosas casas de council do governo pra tentar deixar homogênea a população, o que até se trata de algo bom, se não fosse a extrema diferença financeira, isso de São paulo foi extremamente triste, uma pena ter chegado a isso.

      19 de maio de 2018 at 11:45
  • Reply Lulu Freitas

    Que gracinha de lugar. Achei a história da origem relacionada aos escravos muito interessante. Com certeza incluiria no meu roteiro por lá.

    18 de maio de 2018 at 15:08
    • Reply Flavia Donohoe

      é uma história bem triste, na verdade toda a cidade tem essa história de escravidão ligada tanto aos negros quanto aos asiáticos.

      19 de maio de 2018 at 11:48
  • Reply angela sant anna

    muito interessante a formação das townships, são mais grupos do que por falta de oportunidades (como acontece no brasil)
    as casinhas coloridas sempre estao no roteiro da galera!

    19 de maio de 2018 at 09:51
    • Reply Flavia Donohoe

      no caso da África do Sul foi muito pior na minha opinião, pois eles foram tirados de suas casas e forçados a viver amontoados nas townships, visitamos a mais famosa delas e é uma situação triste, felizmente as coisas parecem estar mudando para melhor.

      19 de maio de 2018 at 11:53
  • Reply Itamar Japa

    Que legal, ta aí uma parte da cidade que adoraria conhecer! Adoro estes lugares coloridos e cheios de história. Que pena que os moradores originários estão tendo que sair… Infelizmente, vemos isto em muitas cidades. 🙁

    19 de maio de 2018 at 14:37
  • Reply Ruthia

    Essas cores a chamarem máquina fotográfica, né? Esse fenómeno de gentrificação é complexo mesmo. Toda a gente quer viver em bairros bem cuidados e frequentados mas, por outro lado, se isso nos obriga a mudar de casa por não conseguirmos acompanhar a subida dos preços… é duro! Vários bairros históricos de Lisboa estão a sofrer com o mesmo

    19 de maio de 2018 at 20:14
  • Leave a Reply

    Loading Facebook Comments ...
    %d blogueiros gostam disto: