Follow:
América Latina Cidade do México Curiosidades México Mochilão América Latina Mochilão México Museus

Zócalo, praças e os mercados do Distrito Federal

Voltando com os posts do México, nos nossos primeiros dias no México visitamos bastante o Zócalo, várias praças e as feirinhas na Cidade do México, estas são disparadas as minhas preferidas. Eles vendem muitas coisas que você só encontra por lá, e as caveiras pintadas com motivos mexicanos são um show à parte!

No Zócalo é uma mistura só, ali é possível encontrar todas as etnias da cultura e do povo mexicano, ali também é possível ver os vários rituais realizados pelos índios aztecas, maias, entre outros. Como boa fã de rock e cinema mexicano fiquei muito satisfeita com o que encontrei nas feiras, assim como na Argentina eles também têm compilações de DVD’s e CD’s piratas. Aproveitamos e compramos várias coisinhas para casa e algumas esculturas, além da caveira, um tapete e bordados! Ali próximo ao Zócalo, atrás da Catedral fui no Hostel Mundo Joven, bastante conhecido por vender vários pacotes pras ruínas e várias cidades no entorno do DF. É recomedável fechar esses tipos de pacotes quando você viajar por lá, as ruínas são afastadas da cidade e não recomendo ir por conta própria. Os preços são variados, mas posso dizer que achei bem em conta!
Como estávamos em família, ficou bem mais viável, afinal tinhamos uma van pra nos levar a quase todos os lugares. Fechamos com a agência Adventours Wayak alguns dos mais famosos passeios. Entre eles, a ida a Teotihuacán, Taxco/Puebla e Xochimilco/Coyacán, na ida a Teotihuacán passamos também por Tlatelolco e a Basílica de Guadalupe! O Hostel Mundo Joven Catedral fica no Zócalo, bem próximo da Catedral e do metrô Zócalo!

O Zócalo é a Praça da Constituição, é a quarta maior praça do mundo e é o centro da identidade nacional mexicana, a própria está localizada no Centro Histórico da cidade, localização esta que foi escolhida pelos conquistadores por ser antigamente o centro político e religioso de Tenochtitlán, capital do império Azteca. A praça está rodeada pela Catedral Metropolitana da Cidade do México (ao norte), o Palácio Nacional do México (ao este), sede do Poder Executivo Federal, e o edifício do Governo do Distrito Federal (ao sul), sede do Poder Executivo local. Na esquina noroeste da praça se encontra o Museu do Templo Maior, ali também se encontra a estação Zócalo da Linha 2 do Metrô da Cidade do México.

A praça teve ao longo da história também outros nomes oficiais, como Praça das Armas, Praça Principal, Praça Mayor e Praça do Palácio. O nome atual foi assumido durante a Nova Espanha, em 1813, porque foi ali que a Nova Espanha jurou a Constituição Espanhola de 1812, promulgada em Cádiz no ano anterior.

Em 1843 se construiu no centro da praça um zócalo para receber um monumento da independência do México. O monumento não chegou a ser construído e o zócalo permaneceu solitário no meio da praça por muitos anos. A partir de expressões como “nos vemos no zócalo”, se começou a confundir o nome do monumento com a praça, e a palavra zócalo se converteu em sinônimo de fato para o nome da praça central da cidade. Durante o império azteca, no lugar da atual praça, encontrava-se o Templo Mayor e o palácio de Motecuhzoma Xocoyotzin (Moctezuma II).


É nesta praça onde a cerimônia comemorativa do início da Guerra da Independência é realizada anualmente a cada 15 a 16 setembro, o evento tradicionalmente chamado de “o Grito”. As ruas vizinhas refletem a agitada vida desta cidade, executivos de negócios, carros ostentosos, pequenos comerciantes, trabalhadores e lojas de roupa internacionais se misturam nas ruas do complexo centro da chilangolândia. Sendo turista, será inútil perguntar pela “Praça da Constituição”, ninguém vai saber do que se trata, será melhor utilizar o nome popular: “Zócalo”, que é um referente obrigatório para qualquer capitalino.




Já sobre o Templo Mayor, foi um dos principais templos aztecas, o seu estilo arquitetônico pertence ao período pós-clássico mesoamericano, medindo aproximadamente 100 por 80 metros na base, o templo dominava um Recinto Sagrado, o sítio arqueológico situa-se imediatamente a nordeste do Zócalo, ou praça principal da Cidade México, na esquina entre as ruas Seminario e Justo Sierra.
Após a destruição de Tenochtitlán, o Templo Mayor, tal como a maior parte da cidade, foi desmantelado e depois coberto pela nova cidade colonial espanhola.



O museu é o resultado do trabalho efetuado desde o início da década de 1980 para resgatar, conservar e estudar o Templo Maior, o Recinto Sagrado e todos os objetos com ele associados que existe para tornar todas as descobertas acessíveis ao público.
O Zócalo é sem dúvida um dos meus lugares preferidos na Cidade do México!


Nos próximos posts mais sobre o Paseo de la Reforma, o Parque de Chaputelpec, a Basílica e a ruínas das antigas civilizações mexicanas.

Leia também:

Previous Post Next Post

1 Comment

  • Reply Quarto de Viagem - 5 coisas que amo fazer em viagens

    […] listinhas de viagem, meus preferidos são os de Caballito em Buenos Aires, o Mercado de Coyocán na Cidade do México, mercadão de Cusco no Peru, o Borough Market na Inglaterra, os mercados de rua do interior da […]

    26 de setembro de 2016 at 18:35
  • Leave a Reply

    Loading Facebook Comments ...
    %d blogueiros gostam disto: