Follow:
Bolívia Mochilão América do Sul Mochilão América Latina Mochilão Bolívia Santa Cruz de la Sierra

Santa Cruz de la Sierra!
















Começamos nossa aventura no dia 03 de janeiro, saímos de Brasília rumo a São Paulo, esperamos 1 hora e meia no Aeroporto de Brasília e logo saímos para Guarulhos, haveria mais 2 paradas, uma no Aeroporto de Campo Grande e logo outra final no Aeroporto de Santa Cruz Viru Viru, ali começaríamos realmente nossa aventura pela América do Sul.
O primeiro choque foi a chegada à cidade, o Aeroporto é bem razoável, comparado até a alguns do Brasil, mas assim que saímos de lá, depois de uma espera de mais de 5 horas, pedimos um táxi que nos custou 60 bolivianos e fomos direto ao Terminal Bimodal, que mais parece uma feira no dia de domingo. Fiquei espantada com o trânsito, caótico, barulhento e com a velocidade em que o motorista conduzia. Pensei que morreria já no primeiro dia de viagem.

Pois bem, assim que chegamos ao Terminal, levei outro choque, nunca tinha visto uma bagunça como aquela, estava dando graças a Deus que não fui pelo famoso trem da morte, esse que vem de Puerto Quijaro, seu ponto final é no próprio Terminal Bimodal. Já no aeroporto conhecemos nosso amigo de São Paulo, o Henrique que o reencontraríamos dias mais tarde em Cusco, ficamos na fila para comprar nossa passagem para La Paz, esperamos 2 horas em pé, isso mesmo, 2 horas e quase não conseguimos vagas. A passagem saiu pela bagatela de 170 bolivianos.

Ficamos por ali umas 5 horas mais ou menos, pois nosso ônibus só sairia às 19h, decidimos deixar nossas mochilas na rodoviária que nos custou algo como 3 bolivianos, depois de uma espera de 1 hora pra variar e dar um passeio no centro de Santa Cruz, que me pareceu o lugar mais bonito e respeitável dali. Fomos a um Pub Irlandês com o Henrique e tomamos uma Paceña, típica cerveja boliviana, que naquela altura estava quente pra variar. A cidade de Santa Cruz é sem dúvida a mais quente das que visitei na Bolívia. Aproveitamos e tiramos algumas fotos do centro que é realmente bonito, a Catedral é bastante linda com uma arquitetura interessante, na mesma praça vemos o Cabildo e o Palácio do Governo, infelizmente não pude conhecer mais da cidade, mas do que conheci realmente não tive uma boa impressão.


Catedral de Santa Cruz, Plaza de Armas e Apresentação típica.

Voltamos para o Terminal para pegar nosso ônibus rumo à La Paz e como de costume a confusão estava generalizada, fiquei aliviada quando recuperei minha bagagem, li muitos relatos à respeito de extravio de bagagem então realmente fiquei mais tranquila quando voltamos. Sem comentários em relação ao banheiro.


Em relação ao ônibus, fomos de Trans Copacabana, a própria empresa se intitula a única na Bolívia com 3 fileiras, ou seja, um verdadeiro ônibus leito, daí você já tira suas conclusões como funciona o transporte boliviano. Agora a nossa preocupação era outra, ficar de olho na bagagem que estava no ônibus e outro na estrada com seus precipícios e montanhas. Depois de 17 horas na estrada e nossa chegada à La Paz, entraríamos em choque mais uma vez, mas isso eu conto depois.


Fotos variadas da cidade de Santa Cruz de la Sierra.

Gastos em Santa Cruz de la Sierra
Táxi 60 bol, Passagem pra La Paz 170 bol, 
Guarda Equipaje 3 bol, Internet 2 bol, Restaurante 10 bol, Pub 8 bol,
 Água e Coca 15 bol. 
Total: 268 bolivianos.
Cotação 1 libra 10,30 bol. 26 libras.
A cotação de 1 dólar estava 6,85 e de 1 real 3,45.a

Leia também:

Previous Post Next Post

No Comments

Leave a Reply

Loading Facebook Comments ...
%d blogueiros gostam disto: