Follow:
Discos Música Brasileira

Música Popular Brasileira “MPB”..

Música Popular Brasileira
Assim como a Espanha tem pintores, a Argentina escritores e a Alemanha músicos eruditos, o Brasil é o país da música popular, surgiram tantos cantores memoráveis: Pixinguinha, Noel Rosa, mas se tratando de reconhecê-la no exterior Tom Jobim é o principal, por exemplo suas canções “Garota de Ipanema” e “Desafinado” , segundo a BMI , foram executadas em território americano 5 milhões e 2 milhões de vezes respectivamente. A MPB é o principal produto de exportação cultural brasileiro. Cantores e compositores fazem sucesso lá fora desde Carmen Miranda, nos anos 40. Artistas brasileiros que estiveram no exílio na década de 70, como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Buarque e Jorge Ben com longa permanência por toda a Europa, principalmente na França(Olympia), consolidaram carreira em seletos circuitos no exterior e realizam, com frequência turnês internacionais e esse fato se estende também a nova geração de músicos nacionais. O auge de tudo ainda é a Bossa Nova dos anos 60. Antes dela, tudo soava exótico, um belo exemplo é que você escuta “Garota de Ipanema”, em um elevador em Cingapura ou em uma feira em Londres…é bem engraçado, em Tóquio por exemplo, você encontra vinis raríssimos ou mesmo cds de Mpb como “Jorge Ben Live In Japan” que em nenhuma cidade brasileira se encontra, isso sim é que é exotico…

Música Popular Brasileña
Así como en España hay pintores, en Argentina escritores y en Alemania musicos eruditos, Brasil es el pais de la canción popular, surjieron tantos cantantes memorables: Pixinguinha, Noel Rosa, pero se tratando de reconocerla en el exterior Tom Jombim es el principal, por ejemplo sus canciones “Garota de Ipanema” y “Desafinado”, según BMI, fueron sonadas en territorio estadunidense 5 millones y 2 millones de veces respectivamente. Mpb es el principal producto de exportación cultural brasileño. Cantantes y cantautores hacen éxito afuera desde Carmen Miranda, en los años 40. Artisas brasileños que estuvieron en el exilio en la decada de los 70, como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Buarque y Jorge Ben con gran permanencia por toda Europa, principalmente en Francia(Olympia), consolidaron carrera en privilegiados lugares en el exterior y realizan, con freuquencia giras internacionales y esto ocurre también con la nueva generación de musicos nacionales. El auge de todo es aún la Bossa Nova de los 60. Antes de ella todo sonava exotico, un gran ejemplo es que puedes escuchar “Garota de Ipanema”, en un ascensor en Cingapur o en una feria en Londres..es bastante gracioso, en Toquio por ejemplo, puedes encontrar vinilos rarisimos o mismo cds de Mpb como “Jorge Ben Live In Japan” que en ninguna ciudad brasileña se encuentra, esto si que suena exótico…

Dicas de CD’s
Chico Buarque(O Sambista)

Chico Buarque(Chico Buarque) 

Caetano Veloso(Sem Lenço Sem documento)


Tropicália(Tropicália)



Gilberto Gil(Unplugged MTV)

Gal Costa(Fatal)

Elis & Tom(1974)

Sérgio Mendes(Coletânea Millennium)

Bossa Nova


Jorge Ben Jor(Puro Suingue)



By Flávia & Fernanda Santos

Leia também:

Previous Post Next Post

7 Comments

  • Reply Gaviota

    Flávia, é verdade que eles são muito conhecidos, eu antes de aprender português, não sabia das músicas deles mas conhecia todos os nomes!!!
    Brasil deve se sentir muito orgulhoso de ter todos esses músicos e artistas talentosos!!!
    Eu tenho na minha casa cds do Chico Buarque, tb tenho do Jõao Gilberto (ele fez cs com músicos americanos tb), porém não sei se o J. Gilberto é considerado parte da MPB.

    Beijo!

    5 de fevereiro de 2005 at 17:46
  • Reply Flávia

    Oi, Gaby!! Claro que o João Gilberto é parte da MPB, afinal ele é o criador da Bossa Nova, o temido e chato João Gilberto!! Beijos

    6 de fevereiro de 2005 at 01:44
  • Reply pablo zapata

    hola amiga esta muy interesante tu pagina las portadas d elos discos son alucinantes y como siempre uno s epuede dar cuenta del excelente gusto que tienes para la musica. un saludo desde colombia.

    16 de fevereiro de 2005 at 21:14
  • Reply Flávia

    Gracias Gaby, un gran beso para vos, ahora ya entendiste por q llame a João Gilberto de Viejo regañon..rsrsrsrs!! Gracias Pablo sos un amor, tienes muy buen gustos, un gusto platicar contigo, seguiré te enviando las canciones!! Besos desde Brasil Para los dos..Mi Amiga Argentina y Mi Amigo Colombiano!! Até +!!

    17 de fevereiro de 2005 at 11:33
  • Reply Renato Mello

    Oi Flávia

    Que inveja da sua capacidade de síntese. Em poucas palavras você deu um belo panorama da música brasileira das últimas décadas. Maravilhosos os discos que você escolheu, alguns dos mais importantes da história da MPB, como “Tropicália”, “Elis e Tom” e “Sérgio Mendes”. Dessa vez você mexeu no meu ponto fraco, chego a ficar arrepiado olhando essas capas.
    Beijos

    19 de fevereiro de 2005 at 21:08
  • Reply Flávia

    Oi, Renato!! Obrigado pelo elogio e pelo post, esses discos são verdadeiras obras da Música Brasileira, uma grande mostra p/ qualquer estrangeiro que queira conhecer a ótima “Música Brasileira” e não esse lixo que infelizmente faz sucesso..mas pelo menos parte desses artistas tem grande reconhecimento!! Acho que é a energia do Rio que anda me contagiando, já que vou morar na Cidade Maravilhosa, esse post foi fruto de uma ida a um Sebo na Cinelândia, revirando discos do Chico, Benjor & Sérgio Mendes!! Fico feliz por minhas mensagens serem lidas com tanto carinho e admiração. E vamos combinar essas capas são demais, como disse meu amigo Pablo são alucinantes!! Merci, Gracias Renato Mello!!Bisous

    Ps: Adorei a sua Comunidade da “Canção Francesa” lá no Orkut!!

    20 de fevereiro de 2005 at 01:02
  • Reply Anônimo

    owww gracinha de matéria!!!hiper, ultra mega cult…tá tudo muito de parabéns, sacaram?só faltou falar mais da Elis,do chorinho e do ernesto nazareth…mas, é uma matéria pro proximo, né…quem sabe, façamos juntos, não é???

    Hugo Rafael

    30 de junho de 2005 at 19:49
  • Leave a Reply

    Loading Facebook Comments ...
    %d blogueiros gostam disto: