Follow:
Francês Museus

L’expressionisme..

Edvard Munch “Grito”

À travers de la Peinture
L’expressionisme “O Expressionismo”

O expressionismo é um movimento artístico que apareceu no começo do século XX, tocado pelos múltiplos domínios artísticos: a pintura, a arquitetura, a literatura, o teatro, o cinema, a música e outros. Sobrevivendo inclusive ao regime nazista, que foi condenado pelo mesmo como degenerado. O expressionismo originou-se também no emocionalismo de Van Gogh e no subjetivismo do norueguês Eduard Munch. Os expressionistas reagiram aos convencionalismos acadêmicos e aos excessos dos impressionistas. Fundamentaram suas pinturas nos sentimentos humanos, caracterizando-nas pela violência dramática e até patética. Tornaram-se os intérpretes de um dos males do século XIX “A angústia”.

Destacaram-se: Otto Müller e Emil Nolde. Suas obras mostram figuras em sofrimento, numa dor que contamina a tela, pelo ritmo das pinceladas e pela execução de cada uma das partes.



Franz Marc: Die großen blauen Pferde (1911)

O expressionimo é a projeção de um subjetivismo que tende a deformar a realidade para inspirar o espectador à uma reação emocional. As representações são bastantes baseadas em visões deformadas, agonizantes e estilizadas da realidade para ter uma grande intensidade expressiva, isso é o reflexo da visão pessimista dos expressionistas dessa época, assombrados pela ameaça da Primeira Guerra Mundial. As obras expressionnistes põem frequentemente em cena símbolos, influenciados pela psicanálise nascente e as procuras do simbolismo.


Van Gogh : La Nuit étoilée, Saint-Rémy (1889)



James Ensor : Masks Confronting Death.

No começo do século XX, esse movimento profundamente ancorado na Europa do Norte, em especial na Alemanha, é uma reação ao impressionismo francês. Enquanto que o impressionismo descrevia a realidade física, o expressionismo alemão se enlaça mais à realidade e apresenta se aos estados da alma do artista. O expressionismo quebra também com o impressionismo através de uma forma muito agressiva como cores violentas, linhas aceradas. Ele está inserido na continuidade do “fauvisme” (violência de cores e ausência de matizes), cujo os principais representantes se afastam mais ou menos brutalmente, nomes como Matisse, Marquet, Van Dongen, Braque, Derain, Friesz e Vlaminck. O expressionismo não é realmente um movimento ou uma escola, mas uma reação contra à Academia e a sociedade. Os artistas expressionistas continuarão a ser frequentemente isolados.

Os primeiros elementos do expressionismo aparece no fim do século XIX, em especial com a tela de Edvard Munch, “Grito”, bem como a evolução dos trabalhos de Van Gogh. O crítico de arte Wilhelm Worringer, em 1908, é o primeiro a utilizar a expressão “expressionnisme”.


James Ensor

Os pintores mais marcantes desse movimento foram:
Otto Dix
Wassily Kandinsky
Ernst Ludwig Kirchner
Oskar Kokoschka
Franz Marc
Paula Modersohn-Becker
Edvard Munch
Emil Nolde
Max Pechstein
Egon Schiele
Karl Schmidt-Rottluff
Chaïm Soutine
Maurice Rocher

Leia também:

Previous Post Next Post

No Comments

Leave a Reply

Loading Facebook Comments ...
%d blogueiros gostam disto: