Follow:
Budapeste Europa Hungria Mochilão Europa Terminais Trens e Metrôs

Indo a Budapeste!


Já tinha comentado sobre a nossa saída de Zagreb pra Budapeste de trem! Tivemos que ficar mais um dia na cidade, pois eles não vendiam o trecho de trem naquele dia, imagine a minha surpresa! Gastamos algo como 20€, realmente muito barato!
No mesmo dia que saímos no começo do mês de janeiro, a neve tinha começado e estava muito forte! 
Dali em diante era neve pra todo lado, uma porcaria na verdade! Tirando isso e o frio de -5 constante a viagem foi perfeita! Por isso digo, inverno na Europa nunca mais! 
Já estava preocupada por conta do nosso trem ficar pra dois dias depois e aí começa a nevasca, eu não queria ficar presa em Zagreb, já passei por isso no Chile, ficamos presas 1 semana em Santiago, por conta da neve constante na fronteira do Chile com a Argentina, naquela vez demos sorte, pois estava na casa de uma amiga, mas seria um prejuízo enorme pagar hospedagem extra! Assim que o trem saiu, dei graças a Deus! 



A viagem demorou muito, e o trem não era tão rápido, passamos na imigração em uma cidade húngara chamada Gyékényes! Os policiais eram os mais lindos que já vi na vida, destruíram aqueles croatas da passeata, no meu ranking de homens gatos, os húngaros são os primeiros sem dúvida! 
Eles carimbaram rapidinho, mas o trem foi bem esquisito na verdade, saímos umas 09hs lá da estação em Zagreb e chegamos em Budapeste às 16hs mais ou menos, mas já estava muito escuro! A viagem em si não foi de todo ruim, mas algumas pessoas que passaram na nossa cabine eram de dar medo, fiquei com muito medo de uma senhora que tinha uma pizza enorme dentro do casaco, eu achei aquilo incrível e nojento!
Além do frio, este apertava mais a medida que íamos para o leste, ainda bem que não foi dessa vez Romênia e Ucrânia, o nosso amigo argentino foi pra lá coitado! 
Depois de 6 horas naquele trem pedindo pra sair, chegamos na estação central de Budapeste e achei tudo muito esquisito, mas é porque à noite tudo fica esquisito mesmo! Pegamos um táxi até o hostel que escolhemos, no caso o Wombats, um dos melhores e passamos por uma das pontes mais lindas que já vi à noite, o hostel fica do outro lado da ponte! 
Depois conto mais sobre o Wombats e nosso passeios pela capital húngara!

Leia também:

Previous Post Next Post

1 Comment

  • Reply Quarto de Viagem - Conhecendo Budapeste no inverno - Quarto de Viagem

    […] Comments 5 de abril de 2014 Flávia Donohoe Como muitos podem ver visitamos Budapeste no inverno. Não posso dizer que me arrependi, mas também não quero mais fazer esse tipo de viagem na época […]

    2 de dezembro de 2016 at 15:21
  • Leave a Reply

    Loading Facebook Comments ...
    %d blogueiros gostam disto: