Follow:
Dinheiro Estados Unidos Mochilão E.U.A Mochilão pelo Mundo Preparativos Roteiro Updates Visto Americano

Dinheiro e visto para os Estados Unidos

IMG_3675

Como todo mundo já sabe, a moeda dos Estados Unidos é o dólar americano, moeda mais usada no mundo, a maioria das cotações são usadas com base na moeda americana, felizmente pra mim a libra é mais valorizada, portanto, o meu poder de compra nos Estados Unidos é bem maior. Mas não se engane, pra que você tenha uma boa quantia em dólares viajando por lá é necessário trocar o dinheiro aqui na Inglaterra, já que a cotação nos Estados Unidos é uma piada, eles cobram quase 1U$ por 1£.

Eu sempre tento trocar libras quando viajo, mas também vale muito a pena usar o cartão, já que aqui não é cobrado IOF e a taxa é de umas 2,5£ por saque. Paguei as passagens e a hospedagem (pelo menos uma parte) com cartão de crédito, aqui não tem isso de dividir em trocentas prestações, é tudo à vista, infelizmente!

Faz muito tempo que não uso o cartão do Brasil, como já disse antes, é melhor poupar do que gastar. Já em relação ao visto, esse aí é mais complicado. Leva um tempo razoável pra tirá-lo, por isso é bom planejar bem a viagem com antecedência.

Primeira etapa do processo é entrar na página oficial do governo americano e preencher o formulário, não esqueça que é fundamental ter o número do passaporte, portanto se você ainda não tem um, vá tirá-lo imediatamente! Às vezes é mais rápido tirar o visto do que o passaporte.

Depois de ter o número do passaporte, acesse o site: https://ceac.state.gov/genniv/ e preencha o formulário DS-160, esse é o bendito formulário que irá preencher e com bastante cuidado, leia atentamente, a tradução está incluída é só passar o mouse pela pergunta em questão.

O formulário é bem extenso, portanto preencha-o com bastante atenção, as perguntas variam desde a sua vida pessoal, profissional, viagens entre outros. Questões do tipo se é ou não terrorista, trabalhos ilícitos, prostituição entre outros também estão incluídas.

No final eles pedem uma foto e assim você já visualiza a página de confirmação com as informações gerais e um código de barras, é essa a folha que será levada nos dias das entrevistas.

A última etapa do processo é entrar na página de pagamento e agendamento do visto:

https://usvisa-info.com registre-se e faça o pagamento da taxa. Como o visto que solicitei é o de turismo e negócios (B1/B2) paguei a facadinha de 160$, (633R$), cotação de hoje 02/10/15. Como disse anteriormente fiz o pagamento e o agendamento pelo telefone que eles disponibilizam na página! Paguei com cartão de crédito!

As entrevistas foram marcadas com diferença de 1 semana entre elas, felizmente eu morava em Brasília, portanto, não precisei viajar para ir ao CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto) e ao Consulado! A primeira visita será ao Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto.

Em Brasília está localizado no Ed. Venâncio 2000 no 3º andar, sala 340! Eles funcionam de segunda a sexta das 7h às 18h e aos domingos das 13h às 18h.

Na entrada, eles fazem uma revista e depois é preciso esperar em uma fila, dependendo do seu horário eles te chamam bem mais cedo, optei por entregarem meu passaporte pelo correio, mas há também a opção de retirar o passaporte no local.

É preciso levar ao CASV:  A confirmação do formulário DS-160 (folha com o código de barras); Passaporte e/ou Folha de confirmação; Como eu paguei pelo telefone, não foi necessário.

No local, eles conferiram minha documentação, me pediram pra ler um tipo de manifesto, confirmaram a forma de entrega do passaporte e o endereço, tiraram uma foto e coletaram as minhas impressões digitais, tudo isso em uns 5 minutos.

O serviço é impressionante e muito organizado.

Uma semana depois fomos ao Consulado aqui em Brasília, está localizado na Av. das Nações, na via L2, bem próximo aos Ministérios e a CGU! Chegamos 1 hora antes da entrevista e fomos encaminhadas na mesma hora para a fila e entramos bem mais cedo do que o marcado. A revista aqui é bem mais rigorosa e eles possuem vários scanners além de uma equipe gigantesca formada por policiais e atendentes!

Como no CASV não é permitido a entrada de qualquer aparelho eletrônico.

A documentação exigida para o consulado é um pouco mais complexa, pois afinal você terá que provar tudo aquilo que colocou no formulário e mostrar ao agente consular que você tem condições de visitar os Estados Unidos. Eles pedem o formulário DS-160 e o passaporte que já vem com o selo e o código de barras que eles colocaram no CASV.

Lembrando que fiz tudo sozinha, inclusive fiz toda a solicitação da minha irmã e não contratei nenhum tipo de serviço. Vários despachantes em Brasília cobram no mínimo mil reais pra fazer esse processo.

Próximo post mais sobre o roteiro e a hospedagem.

Leia também:

Previous Post Next Post

No Comments

Leave a Reply

Loading Facebook Comments ...
%d blogueiros gostam disto: