Follow:
Cuba Havana Mochilão América Latina Mochilão Cuba Mochilão pelo Mundo Museus

Curiosidades sobre Havana e o povo cubano

IMG_0695-3
Até que enfim tirei a poeira daqui e começo a postar as curiosidades da viagem pra Cuba!

Neste momento, minha irmã está em Nova Iorque e as fotos estão incríveis e fiquei com muito mais vontade de ir, mas antes de ir pros Estados Unidos, acho que muito em breve iremos à Ásia. Porém, como ainda não tenho certeza, deixo pra contar tudo, quando tudo estiver ok, assim faço alguns posts preparativos por aqui!

Assim que ela voltar de viagem, faço um “Um Relato sobre Nova Iorque”!

Só adiantando que o contraste entre Havana e Nova Iorque (ou até Miami) é estratosférico!IMG_0564

Como já tinha comentado, não postei nada “ao vivo” em Havana, pois a internet é quase inexistente na cidade. Havana me surpreendeu muito, tanto positiva quanto negativamente, e o sentimento que mais ficou aflorado, nesses dias por lá, foi o sentimento de compaixão e ilusão pelo povo cubano, que é ao mesmo tempo tão esperto e ingênuo! Cuba é um país com regime ilusório que só habita na cabeça dos comunistas do século passado!

No primeiro dia, conhecemos mais do centro – lugar onde ficamos hospedadas – mais precisamente na Calle Miguel. Ela é bagunçada ao extremo, uma zona mesmo, porém muito divertida, e está tudo muito próximo, encontram-se o Bairro Chino (bairro chinês), o Centro e o Capitolio (uma pequena cópia da Casa Branca), está tudo ali!

A Casa do David é um dos melhores lugares onde já me hospedei e até hoje sinto saudade daquele café da manhã.

Depois de bater perna pelo centro e pelo bairro chino fomos à Habana Vieja e ao bairro de Vedado (que é o mais abastado dali). Lá conhecemos várias lojinhas de discos e produtos típicos e comprei várias coisas bacaninhas sobre Havana e até outras cidades; é até engraçado, mas achei as coisas mais baratas em Vedado, próximo ao Habana Libre  que no centro próximo ao Capitolio, e inclusive no próprio Mercado de San José que fica perto do porto, e a diferença é grande, entre 2 a 3 CUCs!

E não se engane pensando que o CUC é equivalente ao dólar, ele está mais equivalente ao euro, é uma moeda muito cara. Talvez com o fim do embargo, o preço exorbitante da moeda desapareça, vamos ver.

Parecia que estávamos perdidas em alguma ilha sem contato com o mundo exterior, ou em alguma roça ou local longínquo do interior do Brasil, lugares estes que não possuem energia elétrica ou televisão. O nosso único contato era escutar as rádios Habana e Progreso, as duas rádios do governo, era como escutar a voz do Brasil ininterruptamente, uma maravilha! #SQN

Foi legal ficar 10 dias sem contato algum com Facebook, Twitter e algo do gênero, acho sinceramente que os cubanos têm uma vida mais feliz e até produtiva, percebi que eles leem muito e dão muito valor às coisas simples. Isso também é algo positivo no modo de vida da população cubana.
Antes de viajar pra Cuba eu li vários blog’s, entre eles, alguns de mulheres que viajam sozinhas e O Mundo numa Mochila do Claudiomar. O engraçado é que lendo os posts dele, não me senti nessa Cuba que ele conheceu, talvez por eu ser mulher ou talvez porque o regime já esteja muito desgastado e falo por eu ser mulher, pois, além de ser assediada por homens a cada minuto, era uma coisa insuportável.

 

Inclusive as mulheres também pegavam no nosso pé, não tivemos paz um segundo andando por Havana, acho que o único momento de paz foi no ônibus turístico, eles são incessantes.
Isso é um dos pontos negativos de se viajar por lá, apesar disso gostei muito da cidade e das pessoas em geral.
Falando mais culturalmente, eles são apaixonados por novelas. As favoritas são as mexicanas, colombianas e brasileiras, era falar que era do Brasil, e já perguntavam sobre o Rio e os atores das novelas globais. Algo como, o Rio é lindo mesmo? Como os atores vivem, eu adoro o Gianechini e coisas do gênero, era muito bom conversar com as senhoras nas praças e saber mais do cotidiano delas. E não se engane, pois os homens também são fãs, a do momento era Avenida Brasil, e eles amavam a Carminha.

 

Conversando com o David (o dono da casa particular onde nos hospedamos), descobrimos o porquê deles usarem suas casas como pensões ou utilizar o carro para tentarem ser taxistas. O dinheiro que eles ganham fazendo esse serviço por fora é quase o triplo do que se trabalhassem pro governo, o salário médio de um médico é 40$ por mês, sendo taxista ele consegue isso em algumas corridas, taí o modelo cubano que não funciona mesmo.
 
O propósito de ir a Cuba era saber como viviam as pessoas, e, como fomos antes da abertura, pudemos vivenciar realmente como os cubanos vivem, ou seja, sem nenhum tipo de luxo, imploram por uma pasta de dente ou sabonete a todo turista que se aproxima. É um país cheio de contradições que ou você se apaixona ou sai dali inconformado.

Como tinha acabado de visitar Moscou queria ver a diferença entre os dois regimes, e posso dizer que a diferença é grande, os russos têm muito mais dinheiro e luxo a sua disposição, já os cubanos.

São tantas coisas com as quais os cubanos não têm direito algum que faria qualquer brasileiro agradecer ajoelhado a todas as regalias que a gente tem acesso hoje em dia.
Apesar disso, os cubanos são cultos, leem bastante, a maioria sabe francês/ou outra língua difícil (até russo). Eles gostam de argumentar sobre política e cultura, e como muitos já sabem são ótimos esportistas, possuem um porte alto e elegante, enfim, eles possuem várias qualidades que estão sendo ignoradas pelo fato de viverem tão distanciados de outras culturas.

Leia também:

Previous Post Next Post

28 Comments

  • Reply Fernanda Santos

    Adorei, fia!! Resumiu tudo que vivenciei por lá. Esse regime é sanguinário e utópico. Realmente o único momento de paz era em cima do busão hahaha Ainda assim, adorei conhecer a ilha e fico feliz que o embargo acabou!!

    11 de março de 2016 at 22:49
    • Reply Flávia Donohoe

      Você como ninguém viu como é a vida dos cubanos, também fico feliz por eles, o povo cubano merece conhecer mais desse mundo!

      14 de março de 2016 at 21:36
  • Reply Juliano Lessa

    Q lugares lindos e q relato sensacional!

    7 de abril de 2016 at 15:41
    • Reply Flávia Donohoe

      Gostei muito de Havana, mas a realidade é dura! Obrigada Juliano <3

      7 de abril de 2016 at 17:38
  • Reply contramapa

    Cidade bonita, mas também achei cheia de contrastes. No centro, cheio de turistas e de movimento. Fora do centro, em decadência total e muita pobreza!
    Foi à Bodeguita del Medio?

    22 de outubro de 2016 at 10:50
    • Reply Flávia Donohoe

      Sim, eu também achei uma cidade muito desigual, o centro é aquela bagunça né, depois de alguns dias você se acostuma, mas realmente a pobreza é alarmante! Passei sim pela Bodeguita, lugar bastante conhecido! Abraços

      16 de novembro de 2016 at 21:21
  • Reply Maria João Proença

    Ai Cuba… adorei. Especialmente Havana, que é uma cidade verdadeiramente encantadora. Estive lá em 2011 e achei-a uma das cidades mais românticas de sempre. A música maravilhosa que se ouvia nas ruas, a simpatia e simplicidade do povo e a comida deliciosa. Este artigo deu-me vontade de voltar lá!

    22 de outubro de 2016 at 11:27
    • Reply Flávia Donohoe

      Que lindo Maria João, não achei a cidade tão romântica assim, mas gostei bastante, talvez volte com meu marido, sobre a música, simpatia e simplicidade das pessoas isso é verdade, a cidade te deixa nostálgica! Que bom que gostou do post! beijinhos

      16 de novembro de 2016 at 21:32
  • Reply Keul Fortes

    Cuba como ela realmente é! Meus parabéns. Adorei seu post e seu blog. 🙂 Ainda não conheci Cuba, sempre tive muita vontade de ir. Obrigada pelas dicas e a riqueza de detalhes que você mencionou. Show!

    22 de outubro de 2016 at 12:31
    • Reply Flávia Donohoe

      Obrigada Keul, espero que você conheça essa cidade em breve, um grande abraço e beijinhos

      16 de novembro de 2016 at 21:33
  • Reply Fernanda Santos

    Realmente quem visita a cidade se enche de emoções contraditórias. País rico em cultura e pessoas especiais e generosas, espero que os cubanos possam desfrutar, algum dia, de maneira verdadeira a sua riqueza natural e social!

    22 de outubro de 2016 at 14:35
  • Reply Francisco Agostinho

    A Rússia já nada tem de comunismo, nem sequer a China, Cuba sim ainda tem esse ideal, também anseio por visitar Cuba antes da mudança, se é que ela irá haver de facto.

    22 de outubro de 2016 at 16:05
    • Reply Flávia Donohoe

      sim, isso é verdade, mas ver de perto os dois regimes, foi como ter uma aula de história! São cidades completamente diferentes! Abraços

      16 de novembro de 2016 at 21:35
  • Reply Marlene Marques

    Havana parece ser mesmo uma terra de contrastes e de cor e estas fotos fazem-me ainda ter mais vontade de um dia visitar. Agora que Cuba se tornou num país mais aberto, talvez venha a mudar um pouco. Mas espero que nunca perca o carisma que o carateriza.

    22 de outubro de 2016 at 17:14
    • Reply Flávia Donohoe

      a cidade tem esse charme, é uma mistura de gente e de ideias, acho que com a abertura será mais fácil conhecer as belezas do país! Obrigada Marlene 💕

      16 de novembro de 2016 at 21:37
  • Reply Documentar o Mundo

    Este texto e em especial as fotos fez-me recordar a minha viagem a Cuba e passagem por Havana. Seria interessante regressar agora com as mudanças e perceber que alterações trouxe ao povo cubano.

    22 de outubro de 2016 at 22:39
    • Reply Flávia Donohoe

      que lindo que te fez lembrar da sua viagem, acho que é isso que os blogs nos proporcionam, viajar sempre mais e mais!
      Espero também que haja melhorias para o povo cubano! Abraços 💕

      16 de novembro de 2016 at 21:38
  • Reply renata Sucena

    Muito legal! minha irmã vai pra Cuba agora na Lua de Mel. Vou recomendar ela no post!!
    Fotos lindas hein!

    23 de outubro de 2016 at 02:07
    • Reply Flávia Donohoe

      Obrigada Renata, espero que a sua irmã aproveite muito bem a viagem! Beijos 💕

      16 de novembro de 2016 at 21:44
  • Reply Edson Amorina Jr

    Wow… estou adorando ler os posts de Cuba. Vamos para Havana em março e estamos lendo tudo o que podemos.

    23 de outubro de 2016 at 16:09
    • Reply Flávia Donohoe

      Obrigada Edson, fico muito feliz que você esteja adorando, Cuba me surpreendeu muito, espero que você aproveite muito a viagem! Abraços 💕

      16 de novembro de 2016 at 21:49
  • Reply Filipe Morato Gomes

    Cuba é um país de contradições. Lembro bem que, quando regressei de lá, a minha cabeça parecia um caldeirão a ferver, com pensamentos contraditórios sobre o país, as pessoas, o regime. Adorei a viagem mas que faz pensar… faz. Grande abraço.

    23 de outubro de 2016 at 16:56
    • Reply Flávia Donohoe

      sim Filipe, foi bem isso que senti quando visitei e quando voltei de Cuba, fiquei muito revoltada com a situação que a população vivia, por isso também resolvi passar minha experiência por aqui! Abraços 💕

      16 de novembro de 2016 at 21:51
  • Reply Mariana

    Que post sonho! Quero muito visitar Cuba e que oportunidade sua irmã teve, hein? Conhecer Cuba logo depois de Moscou… Sobre o assédio nas ruas, eu não sei se lidaria bem com isso. Melhor programar para ir acompanhada de outras pessoas, né?

    24 de outubro de 2016 at 10:13
    • Reply Flávia Donohoe

      Obrigada Mariana, na verdade quem conheceu Moscou e logo depois Cuba fui eu, infelizmente ela não pode ir pra Moscou, mas estamos marcando uma próxima ida! O assédio foi uma coisa que me chocou bastante, pois não sou acostumada. De resto, a cidade é encantadora e vale a pena a viagem 😍

      24 de outubro de 2016 at 11:35
  • Reply Pedro Henriques

    Havana é uma das cidades que mais gostei de visitar. Está recheada por um centro histórico fenomenal, é colorida, vibrante e cheia de bom ambiente. Adorei as fotos e fico à espera do proximo artigo sobre Cuba.

    27 de outubro de 2016 at 17:58
    • Reply Flávia Donohoe

      Eu também Pedro, tudo ali te dá inspiração e te faz pensar! A cidade é incrível, cheia de contradições, mas que ao mesmo tempo te deixa feliz de estar ali! Obrigada e abraços 💕
      Já têm vários artigos sobre a cidade é só procurar por aqui no blog 😀

      16 de novembro de 2016 at 21:53
  • Reply Quarto de viagem - [8 ON 8] – Transporte - Quarto de viagem

    […] Havana é comum você ver os carrões antigos pelas ruas e você pode até dar uma volta por aí com algum […]

    8 de julho de 2017 at 07:17
  • Leave a Reply

    Loading Facebook Comments ...
    %d blogueiros gostam disto: